Hotel Parnaíba
Educação

Governo Flavio Dino e Piracanjuba confirma início das operações da primeira fábrica no Maranhão


Elias Lacerda
Governo do Estado do Maranhão

A laticínios Bela Vista, detentora da marca Piracanjuba, confirmou que nos próximos meses estará iniciando as atividades da primeira fábrica da marca no Maranhão. Localizada em Imperatriz, a Piracanjuba irá utilizar as instalações da antiga Palate, da Corpeleite, que foi arrematada em leilão pelo grupo maranhense Mateus.

O início das atividades da Piracanjuba no estado reforçam o compromisso do governo Flávio Dino através da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), que, por meio do secretário Simplício Araújo,  intermediou todas as tratativas para a instalação do empreendimento, iniciadas em 2016.

Simplício Araújo, explicou que houve um atraso entre o anúncio, realizado em dezembro do ano passado, e a efetiva organização para o início da produção devido a problemas jurídicos, todos devidamente resolvidos pelo empreendedor quando da aquisição da antiga planta da Palate.

“Após serem resolvidas algumas questões jurídicas entre as partes, a Seinc agora está trabalhando nos arranjos tributários e fiscais , além dar continuidade no desenvolvimento da cadeia produtiva do leite na região para atender a nova planta industrial em concordância com o Sistema Estadual de Produção e Abastecimento (SEPAB)”, afirmou o secretário Simplício Araújo.

Perspectivas

Atualmente, o  Brasil é o 4º maior produtor de leite do mundo com 32 bilhões de litros, atrás apenas dos EUA, Índia e China. O setor teve um aumento de 4,4% ao ano, no período de 2000 a 2011.

O Maranhão possui uma produção anual de 393 milhões de litros de leite, colocando o estado na 4ª posição em relação à produção do Nordeste e em 16º lugar no ranking nacional. As bacias leiteiras mais importantes são a do Oeste Maranhense e a Centro Maranhense que contribuem com 59% e 20%, respectivamente, do leite produzido no Estado. O Estado conta com mais de  16 mil  estabelecimentos produtores de leite.

(Da assessoria)

Você pode ler também!

Deixe um comentário



Barro Forte