Banners
Destaques

Ainda infernizando Luciano Leitoa e o PSB, Roberto Rocha pode se tornar problema agora para o vice-governador Carlos Brandão



Governo do Estado do Maranhão

Acima o senador Roberto Rocha em reunião com lideranças de Imperatriz durante sua passagem pela cidade na última sexta-feira(11).

Como um estranho no ninho desde que se virou contra os aliados do governo Flávio Dino no PSB que o ajudaram a se eleger senador em 2014, Roberto Rocha parece entender que sua missão em tentar tomar a sigla socialista dirigida no Maranhão pelo prefeito de Timon, Luciano Leitoa, não será nada fácil. Por conta disso, o senador já trabalha um plano “B”, que é o de migrar seu projeto político de ser candidato a governador. Sua alternativa publicamente divulgada é a de ser candidato  pelo PSDB, sigla que atualmente é comandada no estado pelo atual vice-governador Carlos Brandão. A possível fuga de Rocha para o ninho tucano pode melar o trabalho de Brandão que luta para manter o partido na base de Flávio Dino.

Veja abaixo os planos do senador Roberto Rocha na matéria publicada no blog do jornalista John Cutrim:

Em coletiva a um grupo de jornalistas de Imperatriz nesta sexta-feira (11), o senador Roberto Rocha (PSB) confirmou o desejo ser candidato a governador pelo PSDB. “Eu desejo ser candidato a governador pelo PSDB, pois eu tenho a alma tucana, ninguém precisa ter dúvida disso”, afirmou Rocha.

Presente na coletiva, o ex-prefeito Sebastião Madeira revelou que esteve na semana passada com o presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati, o senador Aécio Neves e o ministro Aloysio Nunes no intuito de convencê-los a convidar o senador Roberto Rocha para ser o candidato a governador do PSDB no Maranhão.

Com o PSB na base do governador Flávio Dino e contra o governo Michel Temer, Roberto, que faz parte da base do presidente, disse que tem tido dificuldade na siga socialista. “Se eu não conseguir resolver, eu acredito é que os incomodados que se retirem, então eu posso sair do PSB, mas isso sem briga, sem ofensa, sem nada”, declarou.

Rocha disse que vai tomar uma decisão após a convenção nacional do PSB, a ser realizada em outubro, onde será decidido o novo comando do partido. “Acho prudente aguardar pra ver os acontecimentos”, afirmou o senador. Rocha espera que os paulistas conquistem a presidência do partido contra os pernambucanos para permanecer na sigla.

Em Imperatriz, Roberto Rocha ainda esteve com o também ex-prefeito Ildon Marques (PSB).

  • Miguel disse:

    PSDB é fraco demais para isso e R.R. acompanha a carruagem do partido. Não faz medo algum! O que faz medo é a corja dos Sarney que, não por ser forte, mas pela trapaça que sempre fazem. Nada mais que isso.
    Flávio Dino reeleito!

Deixe um comentário



estival - BRO BRÒ