Ao inaugurar Rodoanel em Teresina, governador do Piauí diz que obra deve proporcionar uma nova ponte para Timon

O rodoanel de Teresina que liga as BRs 316 a 346 foi inaugurado ontem, sexta-feira (08/02) durante solenidade. A obra encurta a distância entre as BRs ora citadas e retira de dentro da capital piauiense caminhões, ônibus e afins, fazendo com que o trânsito possa ser mais fluído. O rodoanel, além de melhorar o trânsito, promete ajudar na economia da cidade já que serve como atrativo para que indústrias invistam naquela área. À imprensa, o governador Wellington Dias (PT) revelou ainda que há um projeto sendo executado para estender este Rodoanel ao estado do Maranhão.

“Estamos trabalhando com o Maranhão numa perspectiva de trabalharmos um projeto de uma outra alça que é uma ligação daqui em direção a essa estrada que vai para Nazária, Palmeirais, com uma ponte sobre o Rio Parnaíba. O governador Flávio Dino tem o compromisso de trabalhar a parte do lado de Timon. Com isso a gente tira de dentro de Teresina esse trânsito que chega através das pontes que integram com o Maranhão”, destacou o governador Wellington Dias ao afirmar que estudos apontaram a viabilidade dessa construção, desde que o Maranhão faça a sua parte.

Governador Wellington Dias

Dias confessou ainda que a obra tem tudo para dar certo porque esteve reunido com o governador do Maranhão e ele mostrou interesse em colaborar com a alça do Rodoanel. “Agora temos que ir atrás de dinheiro para viabilizar essas ações”, completou Wellington Dias ao acrescentar que a partir deste momento as manutenções que ocorrerão no Rodoanel serão feitas pelo Governo do Estado, visto que o Governo Federal só cuida das BRs. “É uma obra bonita, segura, uma obra que além de ter gerado emprego e renda tem impacto na economia do Piauí. Especialmente na capital do Piauí”, ressaltou o petista.

O secretário Guilhermano Pires, responsável pela Secretaria Estadual de Transportes do Piauí, o Rodoanel é uma obra de extrema importância não só para a mobilidade urbana, como para a economia do Estado. “Essa é a primeira etapa do Rodoanel, acreditamos que ele será estendido ainda em direção ao estado do Maranhão. Obra de importância não só para melhoria do trânsito da nossa capital, porque ele tem a capacidade de tirar caminhões, ônibus e cargas pesadas da região Sul, mas também será um vetor na economia do Estado porque com certeza essa área trará industrias e serviços, além de uma nova área de expansão imobiliária e tudo isso trará emprego e renda e com certeza é a maior necessidade hoje do nosso povo”, analisou.

Secretário Guilhermano Pires

A obra custou, ao final, segundo informou à imprensa Wellington Dias, o equivalente a R$ 134 milhões. Destes, 123 milhões de reais teriam sido investido na obra e o restante em licenciamento, projeto e indenização.

O RODOANEL

  • O rodoanel tem 28km de rodovia asfaltada, em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ);
  • uma ponte em estrutura mista (concreto e aço) sobre o rio Poti, com 240m de comprimento e 20m de largura;
  • um viaduto ferroviário com 105m de comprimento;
  • um viaduto com 40m de comprimento sobre a BR 343; e
  • outro viaduto de 40m de comprimento sobre a BR 316.

Do site oitomeia

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Barro Forte
WhatsApp chat