Destaques

Após assalto a banco, 4 bandidos são mortos pela PM do Maranhão; Uma idosa também morreu e um piloto de helicóptero saiu ferido

Acima veja imagens dos bandidos no momento do assalto ao banco

Oito pessoas ficaram feridas durante o confronto com os criminosos, sendo que sete eram reféns e um era um piloto de um helicóptero da Polícia Militar, que fazia as buscas pelos criminosos.

Um confronto entre policiais militares e assaltantes que interceptaram uma van e fizeram reféns terminou com uma idosa e quatro criminosos mortos na madrugada de quinta-feira (4), em Sítio Novo, a 641 km de São Luís. Outras 8 pessoas ficaram baleadas, sendo sete reféns e um piloto da PM que estava no helicóptero fazendo as buscas pelos ladrões.

A van foi interceptada pela quadrilha após um assalto a uma agência bancária do Bradesco. De acordo com a Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), ao menos sete criminosos invadiram o banco e explodiram o cofre da agência. A polícia foi acionada e em seguida, começou uma perseguição aos criminosos.

Vítimas

Em fuga, a quadrilha interceptou uma van de passageiros em Sítio Novo e houve troca de tiros entre os assaltantes e policiais. Na ação, passageiros do veículo foram baleados, dentre elas, a Oneide Costa da Fonseca Oliveira, de 60 anos. Ela foi socorrida, chegou a ser internada em um hospital de Imperatriz, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Uma criança de um ano e sete meses foi baleada durante a ação e está entubada, em estado grave. Ela precisou ser transferida por um helicóptero do Centro Tático Aéreo (CTA), de Porto Franco para Imperatriz.

Uma outra passageira e o motorista da van foram baleados e continuam internados em estado grave em um hospital em Porto Franco. As outras cinco pessoas baleadas receberam alta.

Um piloto do Centro Tático Aéreo (CTA), o tenente-coronel Aniel, também foi atingido por um disparo de arma de fogo enquanto pilotava helicóptero que fazia as buscas pelos criminosos. Durante a ação criminosa, mesmo baleado na coxa, ele conseguiu pousar a aeronave. O tenente acabou sendo levado na mesma aeronave junto com a criança baleada para atendimento médico e está fora de perigo.

Segundo a Polícia Militar, ao menos quatro assaltantes, foram baleados e mortos durante o confronto.

O assalto

Uma quadrilha fortemente armada atacou a agência do Bradesco em Sítio Novo, no interior do Maranhão, na madrugada desta quinta-feira (4).

Ainda de acordo com a polícia, foram cerca de sete criminosos que explodiram o cofre da agência, que fica na Avenida Presidente José Sarney, por volta das 02h40. Por meio das imagens de câmera de segurança, a polícia foi acionada e passou a perseguir a quadrilha.

Na fuga, o grupo interceptou uma van com vários pacientes que fazem hemodiálise e estavam a caminho de Grajaú. Os ocupantes foram feitos como reféns e, em seguida, houve troca de tiros entre a polícia e os suspeitos.

A Polícia Militar segue realizando buscas na região para localizar os criminosos.

 

Veja abaixo quem são os feridos :

Bernardo Barros Lira Pinheiro

 

A criança de 1 ano e sete meses é uma das vítimas que está em estado grave, após ter sido baleado nos membros inferiores. O menino estava na van com a mãe, Marcia Barros Lira Pinheiro e o pai, Ernesto Santos Pinheiro, que também foram baleados na ação.

Ele foi levado de helicóptero para um hospital em Imperatriz, cidade a 629 km de São Luís, e está sob cuidados médicos da equipe.

 

Ernesto Santos Pinheiro

Ernesto Santos, de 57 anos, estava na van com a nora, Marcia Barros Lira Pinheiro, o filho Elton Coelho Pereira e com o neto, Bernardo Barros Lira Pinheiro, de um ano e sete meses, quando foi baleado.

Ele foi atingido no crânio, abdômen e no ombro direito. Foi socorrido por uma equipe do Serviço Móvel de Urgência (SAMU) e levado para um hospital em Porto Franco, onde passou por cirurgia. Seu estado é considerado grave.

 

Marcia Barros Lira Pinheiro

 

Marcia Barros, de 24 anos, é esposa de Ernesto Santos Pinheiro e mãe de Bernardo Barros Lira Pinheiro, que foram baleados durante o confronto. Ela sofreu ferimentos leves nos membros superiores, foi atendida por uma equipe médica e está fora de perigo.

 

 Elton Coelho Pereira

 

Elton Coelho, de 36 anos, é o motorista da van que foi interceptada pela quadrilha. Ele é marido de Marcia e pai de Bernardo. Natural do povoado Paciência, em Sítio Novo, ele foi baleado e passou por uma cirurgia em Porto Franco. Até a publicação desta reportagem, não há informações sobre o estado de saúde dele.

 

Aniel Ferreira Silva

 

Aniel Ferreira Silva, de 52 anos, é tenente-coronel do Centro Tático Aéreo (CTA) da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA). Ele participou da troca de tiros contra os criminosos e foi atingido na coxa enquanto pilotava um helicóptero e conseguiu salvar a aeronave. Ele recebeu atendimento e está fora de perigo.

 

Ana Meire de Andrade Oliveira

 

Ana Meire de Andrade, de 59 anos, também estava na van que foi atingida pelos tiros. Natural do povoado Santa Maria, em Sítio Novo, ela foi atingida por disparos no braço. Foi socorrida e encontra-se estável em um hospital de Porto Franco.

 

Alessandra Nascimento Duarte

 

A mulher de 36 anos estava na van que foi interceptada pelos criminosos e foi baleada no pé. Ela foi socorrida e está fora de perigo.

 

Marines Portilho Fonseca

 

Marines Portilho, de 54 anos, é natural de Sítio Novo. Ela foi baleada nas costas e socorrida. Passou por cirurgia em um hospital de Porto Franco e seu estado de saúde é estável.

Do G1 Ma

1 Comentário

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade