Destaques

Assista : Acusado de triplo homicídio em Sobral é encontrado morto junto com irmão

 

Assista ao vídeo acima e abaixo veja a foto dos irmãos e amigo mortos pelo acusado:

O homem apontado como autor do triplo homicídio ocorrido em Sobral, no Ceará, a 369 km de Teresina, foi encontrado morto junto com o irmão na noite de terça-feira (8). O triplo homicídio ocorreu em julho com as mortes do ex-gerente do Banco do Nordeste em Piripiri, Anastácio Amorim Arruda, de 65 anos, do irmão dele, o advogado Rafael Nonato Arruda, de 59 anos, e o amigo Manoel Procópio, de 58 anos (veja foto das vítimas acima e reveja o caso clicando aqui).

O crime ocorreu no dia 24 de julho. Anastácio Arruda morava na cidade de Piripiri, mas foi até o distrito de Rafael Arruda, que fica na cidade de Sobral, no Ceará, para visitar o irmão Rafael Nonato Arruda. Os dois estavam confraternizando com o amigo Manoel Procópio quando foram assassinados a facadas por um homem que se a aproximou da residência onde eles estavam. Desde então o suspeito estava sendo procurado.

Acima Antônio Carlos Batista, o acusado do triplo homicídio e abaixo o irmão dele identificado como Marcos, ambos encontrados mortos.

Na noite de ontem, dois homens mortos foram encontrados em um matagal no distrito de Bonfim em Sobral após uma denúncia anônima. Segundo a Polícia Militar, quando a perícia foi acionada constatou que uma das vítimas era Antônio Carlos Batista, de 41 anos, que estava sendo procurado pelo triplo homicídio.

Não se sabe quem cometeu os disparos que mataram as vítimas, mas Antônio Carlos estava acampado em um matagal e estaria recebendo apoio do irmão.

“Localizamos esses dois corpos, chamamos a perícia para constatar se era o indivíduo do triplo homicídio e ao fazer a análise foi confirmado ser o autor do homicídio de Rafael Arruda”, informou policial Sérgio ao Sobral Online.

A possível motivação para o triplo assassinato ainda estava sendo apurado pela polícia.

 

(Com informações do cidadeverde.com, Sobralense e acréscimo do eliaslacerda.com)

2 Comentários

  1. O que imaginamos já que a polícia e a justiça não foram eficientes neste bárbaro caso, além da morosidade. Acredita-se que amigos ou familiares, as vítimas que foram assassinadas, fizeram vingança .
    (…) Mas uma queima de arquivo.

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade