Destaques

Dois simpáticos cãezinhos são um terror contra o tráfico de drogas em Timon e região

Os cães farejadores que integram o Núcleo de Operações de Cães (NOC) e vivem sob os cuidados do Grupo de Pronto Emprego (GPE), da Polícia Civil de Timon, têm se tornado personagens cada vez mais decisivos na solução de operações policiais no município e cidades vizinhas. No primeiro trimestre de 2023, a dupla canina Radar e Dax participou de mais de 10 operações envolvendo associação ao tráfico e porte ilegal de armas no estado.

Foto-Reprodução: NOC

Em Timon, o NOC opera atualmente com dois cães, Radar e Dax, por meio da 18ª Delegacia Regional de Polícia Civil. Os cães são treinados pelo GPE para agir em diversos trabalhos de fiscalização das forças de segurança. Neste início de ano, os animais contribuíram em diversas ações no combate ao tráfico e porte ilegal de armas, tanto em Timon como em outras sete cidades do Maranhão.

Cães farejadores no combate ao tráfico em Timon

Em janeiro, os bairros Cidade Nova (duas vezes) e Parque Piauí foram os focos das primeiras operações policiais com cães farejadores em 2023. Nas três diligências, Radar e Dax detectaram armas, porções de crack e maconha, inclusive em residências. A operação no Parque Piauí, em conjunto com a Delegacia de Repressão ao Narcotráfico de Timon (Denarc), apurou as diversas denúncias de tráfico de drogas no local.

Foto – Reprodução NOC

Ainda no mês de janeiro, Radar ajudou a encontrar 3kg de cocaína em um ônibus na BR-316, região do Povoado Campo Grande. A droga era transportada de São Luís.

Em outras ações realizadas em fevereiro, o trabalho canino do NOC resultou na apreensão de armas em outra residência da cidade. E não parou por aí, os cães também ajudaram a apreender uma quantidade considerável de drogas, armamentos e munições, fruto de uma investigação de seis meses feita pelo Denarc

Radax e Dax apoiam outras polícias do estado

Os animais também servem ao policiamento de outras cidades do Maranhão. Entre fevereiro e março, o NOC de Timon foi convocado a participar de ações nos municípios de Presidente Dutra, Caxias (duas diligências), Lagoa dos Rodrigues, Lagoa Verde, Bacabal, Parnarama e São Luís.

A maioria dessas operações envolveu abordagens tendo como objetivo a desarticulação de grupos criminosos armados e que comercializavam drogas. O trabalho dos cães farejadores foi crucial na apreensão de substâncias ilícitas, armas de diferentes calibres, munições e materiais que servem para venda de entorpecentes, como balança de pesagem.

Vale lembrar que o trabalho do NOC com os cães farejadores é um serviço técnico e específico que opera em conjunto com vários órgãos. Auxilia a Polícia Civil do Estado do Maranhão, por meio de suas repartições especializadas como Delegacia de Homicídios de Timon-MA (DHPP) e Denarc. Assim como age em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), GCM, Polícia Penal, Polícia Militar do Maranhão (PMMA) e Polícia Federal do Piauí. 

Sobre o NOC

O Núcleo de Operações de Cães (NOC) opera a pouco mais de um ano em Timon, a partir de um projeto apresentado à prefeita Dinair Veloso em outubro de 2021. O órgão especializado surgiu por meio da parceria entre a Prefeitura de Timon, Polícia Civil, através da 18ª Delegacia Regional, e iniciativa privada, com contribuição da Associação Comercial e Industrial de Timon (Aciti)

 

 

Da assessoria

3 Comentários

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade