Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Epigramas de juiz de Timon demonstram preocupação com o momento político do Brasil

De reconhecida sensibilidade literária, o juiz de direito de Timon, Weliton Carvalho, usou seus versos para, de forma poética e didática, demonstrar o quão perigosa é a ditadura e o mal que ela causa a sociedade.

Em vários epigramas (composições poéticas breves), a produção do magistrado é reflexiva e oportuna para o momento de turbulência e ameaças que a democracia e suas instituições sofrem com o atual contexto político do Brasil. Seu texto é simples e claramente preocupado com a situação do país.

Confira abaixo a produção do magistrado publicada em sua página na internet:

 

GRITO DE LIBERDADE

Onde houver ditadura, eu serei um grito, ainda que torturado.

 

ETERNIDADE

Foi um período de breve (sic) ditadura.

 

REVOLUÇÃO DOS LÍRIOS

Não acredito nas revoluções: acredito nos lírios, que sabem suportar as contradições humanas e só florescem na democracia.

 

DESUMANO

Nas democracias, o eleitor prova que errar é desumano.

 

PÁSSARO

Sou um pássaro: adoro o ninho, mas não aceito gaiola.

 

CONTRA-ATAQUE

Minha única vitória sobre o mundo foi não me deixar embrutecer.

 

O MISTERIOSO BEM DAS DITADURAS

Todas as ditaduras são feitas em nome do Bem. Mas o Bem encarregado pelas ditaduras é bem esquisito: nunca está de bem com a vida e tudo que a oposição faz não é coisa do Bem. E o mais curioso: quando as ditaduras acabam a gente se sente tão bem.

 

DESERTOR

O livro que ensina sobre armas é um desertor.

 

DEMOCRATA

O ditador adora falar em democracia: a dele.

 

LITERATURA E ARBÍTRIO

Nas ditaduras não há gavetas.

 

 

1 comentário

Washington De Sousa Oliveira
Comentou em 08/09/21

Sábias palavras

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael