Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Esporte da TV Clube omitiu que talento do vôlei é de Timon

Acima Vinicius (centro da foto) tendo ao lado o secretário de Esportes de Timon, Lucélio (camisa rosa) e o professor William Vieira.

Timonenses atentos e que conhecem seus atletas e revelações do esporte local, estão até agora sem entender a razão do Globo Esporte da TV Clube, afiliada da rede Globo no Piauí, ter omitido que o garoto de 17 anos, Vinícius Elias da Silva Sousa, é de origem de Timon. No programa desta terça-feira (7) o garoto revelação de mais de 2 metros de altura, foi o destaque em matéria especial por ter sido convocado para a Seleção Brasileira de Vôlei Sub-19 que vai participar do Sul-americano que acontecerá em setembro na Colômbia.

A reportagem falou de quase tudo. Mostrou a família orgulhosa com o garoto no aeroporto de Teresina antes de viajar para integrar a seleção nacional. Afirmou até que Vinícius Elias da Silva Sousa foi descoberto em um projeto social. Até aí tudo foi perfeito. Só escondeu que o atleta é de Timon. Ninguém entendeu essa, pois não há motivo algum que possa explicar a omissão.

De família de baixa renda, Vinícius Elias da Silva Sousa foi descoberto pelo professor William Vieira, das escolinhas de base da prefeitura de Timon. Sua estatura elevada chamou a atenção do professor que o iniciou no vôlei no projeto “Atletas do Futuro”.

Boa parte da imprensa do Piauí tem esse comportamento em relação a Timon. Quando acontece algum crime em Timon , todos são unânime em mostrar e dizer sem omissão onde o fato se deu, mas quando se refere a um episódio positivo, como o de Vinicius Elias, nem todos se preocupam e dar os créditos para a cidade.

Dias atrás fato parecido aconteceu com a atleta de atletismo timonense, mas federalizada no Piauí, Letícia Nonato Lima. Filha de uma guarda municipal e treinada pelo professor timonense, Nilson Sousa, a garota de 17 anos encerrou sua participação em julho último no Troféu Norte-Nordeste de Atletismo, em Recife (PE), com 11 medalhas de ouro, três de prata e cinco de bronze, batendo record que durava 20 anos na competição. O cidadeverde.com e diversos outros sites piauienses noticiaram o feito a colocando como piauiense. Embora seja atleta da Federação de Atletismo do Piauí, ela não é piauiense. É timonense e mesmo assim a cidade maranhense não recebeu nenhuma menção.

E assim são vários outros casos que se repetem há anos… Quem perde são os leitores ou telespectadores que tem acesso a informações incompletas sem qualquer necessidade disso acontecer.

Timonenses que gostam de sua terra com certeza devem desaprovar tal comportamento…

 

1 comentário

Francisca
Comentou em 08/08/18

É lamentável , isso é para o povo pensar que é de Teresina e dá o crédito a Teresina . Exemplo a ex BBB

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael