Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Ex-prefeita de Matões, Sueli Pereira, considera inclusão de seu nome em Ação de Improbidade sem sentido e diz que vai denunciar promotora

A ex-prefeita de Matões, Sueli Pereira, enviou nota de esclarecimento ao eliaslacerda.com sobre uma Ação de Improbidade Administrativa movida pela promotora de jsutiça Patrícia Fernandes Gomes Costa Ferreira. A ação trata sobre a execução de pavimentação asfáltica das vias urbanas da cidade feitas pelo governo do Maranhão.
Sueli Pereira se diz surpresa com a inclusão do seu nome na ação, pois a licitação para os serviço foi feito pelo governo do estado na gestão da ex-governadora Roseana Sarney.
Veja abaixo o que diz a nota enviada com ofício logo abaixo conseguido pela ex-prefeita junto a Secretaria Estadual de Infraestrutura:
Nota de esclarecimento 
Em referência a publicação do site do Ministério Público do Estado do Maranhão, no dia 21 de novembro, afirmando que a ex-prefeita de Matões, Suely Pereira, foi acionada por improbidade administrativa e reproduzido por outros veículos do estado, esclareço:
A ação promovida pela Promotora de Justiça da Comarca de Matões (MA) é totalmente infundada e desconheço as razões que levaram a representante do Ministério Público a incluir o meu nome no polo passivo daquela ação.
Destaco que a licitação objeto da demanda se trata da Concorrência nº 20/2014, que tinha por objeto a contratação de empresa para executar a pavimentação asfáltica das vias urbanas nos municípios de Timon, Matões e Parnarama, tendo sido o referido procedimento licitatório realizado pelo Governo do Estado do Maranhão, na gestão da ex-governadora Roseana Sarney, por meio da Secretaria de Estado da infraestrutura (Sinfra).
Ressalto, ainda, que o município de Matões apenas foi beneficiado com a realização das obras, não tendo sequer firmado convênio ou qualquer outro instrumento com a SINFRA, conforme ofício nº 988/2019 expedido nesta data pelo atual Secretário de Estado da Infraestrutura.
Por fim, informo que apresentarei, oportunamente, a minha defesa no âmbito do processo judicial, onde será demonstrada a total improcedência da ação. Também irei protocolar Representação junto a Corregedoria-Geral do Ministério Público Estadual para apurar a conduta irresponsável da Promotora de Justiça, Dra. Patrícia Fernandes Gomes Costa Ferreira.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael
Ateliê dos Doces