Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Federação dos Bancos diz que agências ficarão abertas e bancários estão temerosos com o coronavírus

Acima a agência da Caixa Econômica Federal em Timon.

As agências bancárias permanecem abertas no Brasil. No entanto, a recomendação da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) é realizar operações bancárias pela internet. Ainda que o atendimento nos bancos esteja garantido para todos, a prioridade nas agências é para públicos mais vulneráveis, como aposentados e pensionistas.

“Evitem deslocar-se para as agências bancárias e deem preferência a usar produtos e serviços dos bancos por meio dos canais remotos disponíveis para a população”, aconselhou a entidade em nota.

Em caso de urgência e necessidade, os bancos sugerem que a população busque a rede de terminais de autoatendimento . “Para proteger os clientes, foi intensificada a higienização desses terminais, seguindo a orientação de aperfeiçoar e intensificar os protocolos de higienização das instalações bancárias”, disse.

A Febraban informa que em eventual alteração de horário  nas agências, os clientes devem ser informados pelos canais de comunicação de cada banco. O setor se compromete a assegurar a prestação de serviços essenciais.

“Cumprindo orientação do Banco Central para enfrentar as dificuldades trazidas pela pandemia de coronavírus, os bancos deverão, pontualmente e por períodos limitados de tempo, alterar horários de atendimento ou suspender serviços em agências selecionadas”, informou a federação dos bancos.

Bancários apelam suspensão de atendimento

O vice- presidente do Sindicato dos Bancários do Piauí, Odaly Medeiros, oficializou pedido de apelo ao governador Wellington Dias para suspensão do atendimento bancário nas agências do Piauí pelo prazo de 15 dias.

Por questões de hierarquia administrativa, o governo estadual não tem poder para suspender o funcionamento de bancos. Para Odaly Medeiros, é questão de saúde pública, e não de interesse econômico.

“Essa é uma grande preocupação nossa. Quem é responsável pela defesa e saúde pública é o Estado. O Banco Central cuida da questão econômica, mas o Estado precisa cuidar da saúde de seu povo, por isso a nossa solicitação não só do sindicato mas de toda a categoria”, afirmou.

Foto abaixo do Sindicato dos Bancários

Nota – Funcionamento agências bancárias

A FEBRABAN e seus bancos associados asseguram que as agências bancárias permanecem abertas, com atendimento aos seus clientes, priorizando os públicos mais vulneráveis, como o de aposentados e pensionistas. O atendimento bancário, portanto, está garantido a todos.

Cumprindo orientação do Banco Central para enfrentar as dificuldades trazidas pela pandemia de coronavírus, os bancos deverão, pontualmente e por períodos limitados de tempo, alterar horários de atendimento ou suspender serviços em agências selecionadas. Os clientes serão informados adequadamente pelos canais de comunicação de cada banco. O setor se compromete a assegurar a prestação de serviços essenciais.

A FEBRABAN e os bancos recomendam enfaticamente a seus clientes e usuários do setor bancário que, atendendo às recomendações das autoridades sanitárias, evitem deslocar-se para as agências bancárias e deem preferência a usar produtos e serviços dos bancos por meio dos canais remotos disponíveis para a população.

Por meio do celular e internet, os usuários podem fazer, com segurança, pagamento de contas, consulta de saldos e extratos, transferências financeiras, agendamento de pagamentos e contratação de serviços e empréstimos, entre outros. Nos aplicativos e Internet Banking, os clientes poderão encontrar ferramentas úteis para todas as necessidades, além de ter acesso a comunicados e canais de atendimento. Os canais de atendimento por telefone também estão funcionando normalmente.

Ao evitar voluntariamente ir às agências bancárias, todos colaborarão para que os bancos possam priorizar o atendimento aos grupos mais vulneráveis, protegendo todos, inclusive os bancários, com a redução do fluxo de pessoas necessária aos esforços contra a disseminação do vírus COVID-19.

Em caso de urgência e necessidade, a rede de autoatendimento (ATMs), com seus 170 mil terminais espalhados em todo o país, também está à disposição da população para saques e depósitos. Para proteger os clientes, foi intensificada a higienização desses terminais, seguindo a orientação de aperfeiçoar e intensificar os protocolos de higienização das instalações bancárias.

A FEBRABAN criou uma cartilha com informações úteis para o melhor uso dos canais digitais dos bancos. O material está disponível no link http://bit.ly/2xD2T4g

FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos
Diretoria de Comunicação

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael