Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Irrigação de produtor rural pode ter direito de redução de até 65% na tarifa de energia: Sindicato Rural de Timon e Cemar trataram do assunto

‘Medida garante descontos de 10% a 65% para famílias cadastradas”

Em reunião nesta terça-feira (27) com o Departamento de Relacionamento ao Cliente da CEMAR/Timon, a Secretaria de Apoio Produtivo, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, e Companhia Energética do Maranhão (Cemar), firmaram parceria para orientar beneficiários dos programas sociais sobre a tarifa de baixa renda. Serão realizadas reuniões nas comunidades rurais, para esclarecer sobre o assunto.

Para o secretário de Apoio Produtivo, Coca do Matapasto, a medida contribui com as famílias que vivem em estado de vulnerabilidade social. “Sabemos que muita gente perde o benefício por falta de informação e esse será o foco principal” – reforçou.

Segundo o presidente do sindicato Irmão Mundico,  as reuniões servirão para  orientar os trabalhadores rurais e produtores  sobre a tarifa de baixa renda, e o beneficio tarifário aplicado sobre o consumo de energia elétrica utilizada, exclusivamente, nas atividades de irrigação vinculada à agropecuária ou aquicultura e no horário compreendido entre 21h30min e 06h00min.

BENEFÍCIO PARA IRRIGAÇÃO E AQUICULTURA

O representante do Departamento de Relacionamento ao Cliente da CEMAR, Renato Almeida,  informou na reunião  que só  tem direito a tarifa  as Unidades classificadas na classe rural e com cargas exclusivamente destinadas à atividade de irrigação vinculada à atividade de agropecuária ou aquicultura (inclusive na iluminação dos locais de instalação dos equipamentos).

Obs.: o benefício somente pode ser concedido para Contas Contratos cujas cargas (equipamentos) sejam exclusivas da irrigação, ou seja, caso haja outras cargas na mesma Unidade, o circuito deverá ser adequado para separar as Contas Contratos.

TARIFA BAIXA RENDA

 A Tarifa Social de Energia Elétrica garante descontos de 10% a 65% na conta para famílias de baixa renda, inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) e para quem recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC), com situações previstas em regulamento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
Na reunião também foi discutido a complementação da rede elétrica nos povoados Campo Grande e Solidade.
Da assessoria

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael