Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

No seu apartamento em Teresina, Soliney Silva fala da pré-candidatura de deputado e do filho Bruno Silva

Recluso em seu apartamento na zona leste de Teresina, o ex-prefeito de Coelho Neto Soliney Silva está que é só otimismo com sua pré-candidatura de deputado estadual para o próximo ano. Esta semana ele recebeu o jornalista Elias Lacerda e falou de suas expectativas para 2022.

Com um aspecto visivelmente mais saudável, Soliney conta que o rompimento político do filho, o atual prefeito de Coelho Neto Bruno Silva, com sua pessoa, até que lhe tem feito bem. Ele diz que a situação lhe tem feito dedicar-se mais a sua saúde e aos seus negócios.

Político nato daqueles de passar horas e horas falando do assunto, Soliney explica que mesmo sem interceder nas questões administrativas ou políticas de Coelho Neto, não tira o olho da cidade e acompanha atentamente aos erros e acertos que Bruno vem cometendo na gestão. Sempre monitorando a própria popularidade com pesquisas feitas pelo respeitado e sério Instituto Amostragem, Soliney mostra que os últimos levantamentos que fez o colocam em situação isolada e distante dos demais como a maior liderança política da cidade.

Ele lembra que em janeiro do ano passado a preferência dos coelhonetenses pelo seu nome atingiu 62% e ao colocar o filho como candidato conseguiu elegê-lo prefeito com apoio dos aliados com 58% dos votos.

Mas as atenções políticas de Soliney agora estão concentradas mesmo é no seu projeto de candidatura de deputado estadual. Dizendo-se totalmente apto juridicamente para a disputa, ele conta que tem feito planos e conversado com várias lideranças políticas que o tem procurado em Teresina. “Estou muito otimista. Até porque na última eleição me abarrotaram de processos buscando impedir minha candidatura e isso acabou me desmotivando e diante das incertezas parei com a campanha e despachei os apoiadores antes do dia da eleição. Mesmo após isso, meu nome foi deferido pela justiça eleitoral e ainda assim tirei mais de 15 mil votos para deputado estadual. Agora a situação será totalmente diferente. Meu nome não terá esses problemas jurídicos que teve na eleição passada e estou com todo o planejamento político e logístico pronto”, disse Soliney Silva.

O ex-prefeito de Coelho Neto diz não acreditar que possa ser apoiado pelo filho Bruno Silva nas eleições do próximo ano, mas ressalta que isso não será empecilho para uma campanha vitoriosa. “As pesquisas feitas em Coelho Neto mostram ampla preferência do povo pelo nosso nome. Tenho certeza que seremos o nome mais votado da cidade em 2022”, conta ele.

Filiado ao MDB, Soliney Silva ressalta que ainda não tem federal de sua preferência, mas informou ter mantido conversas com Roseana Sarney, Edinho Lobão e José Carlos da Caixa, nomes que podem fazer dobradinha com ele em 2022.

Sobre pré-candidaturas de governador, o ex-prefeito informou que vai seguir a orientação que o MDB determinar. “Mas quero destacar que não tenho objeção a nenhum dos nomes que estão postos, seja Weverton Rocha, Brandão ou qualquer outro. O que o MDB decidir eu apoio”, finalizou.

Soliney segura pesquisas do Instituto Amostragem : Monitoramento sobre a preferência do eleitorado em Coelho Neto

2 cometários

Raimundo Gomes
Comentou em 24/06/21

Brigado com o filho. Kkkk. Essa classe política pensa que todo mundo é mané de cair nessa. Depois nos veremos.

SILVINO LUIS OLIVEIRA RESENDE
Comentou em 25/06/21

Se dentro da família é assim, imagina fora.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael