Perícia conclui: acusado de matar sobrinho de Sarney é inocente e não esteve na cena do crime

Acima o acusado Ayrton Campos Pestana, que teve inocência comprovada pela pericia do Icrim.

O laudo realizado pelo Instituto de Criminalística (Icrim) no veículo Argo vermelho, placas PTJ-2844, pertencente ao pai do jovem suspeito de ter assassinado Diogo Adriano Costa Pestana, terça-feira, 16, na Lagoa da Jansen, constatou que não se trata do mesmo carro utilizado no crime.

De acordo com as informações do Dr. Robson Mourão, Perito Criminal, Diretor do ICRIM, após serem realizadas análises microscópicas e macroscópicas das imagens recebidas e também ser periciado o veículo Argo vermelho que estava no posto de combustível, foi constatado que os dois veículos vermelhos são diferentes.

Os resultados, de acordo com o Perito, mostraram que como sendo a mesma placa, os carros são de versões diferentes, dando a convicção e a certeza que tem vários elementos diferentes entre os dois carros, como adesivos pequenos que tem em um e não tem no outro e um deles possuir limpador traseiro e o outro não.

“Após essa análise técnica feita pelo ICRIM nós temos a certeza de que são carros distintos. Simulado a isso, nós recebemos um Argo vermelho, que é o que estava no posto de combustível, para fazer uma identificação veicular, então nós fizemos exames nele, verificamos que não tinha resíduos de pólvora dentro dele e que sua identificação veicular é correta. Assim, ele não é clonado. Consequentemente, se ele não é clonado, o outro é. Logo, o veículo vermelho que aparece nas imagens do posto de combustível não é o mesmo veículo vermelho que aparece passando na avenida em frente ao condomínio”, afirma Robson Mourão.

Com essa constatação, o suspeito deve ser colocado em liberdade a qualquer momento. Na rua onde mora, moradores e familiares já se preparam para recebê-lo (veja na foto acima).

Imagens das câmeras de segurança
Imagens de câmeras de segurança foram divulgadas por familiares do suspeito. O vídeo mostra que o carro do suspeito de assassinar o publicitário Diogo Sarney estava abastecendo em um posto de gasolina no bairro Camboa, na terça-feira (16). A gravação em questão tem início às 11h18, mostrando o carro estacionado do outro lado da avenida, e às 12h12 o veículo aparece no posto de gasolina, na mesma avenida.

 

De O Imparcial

 

2 cometários

Rômulo Rocha
Comentou em 19/06/20

(…) Observou-se que realmente os peritos não trabalharam pela emoção , e sim pela a razão e a verdade.
Justiça foi feita.

JARDEL
Comentou em 19/06/20

Uma dúvida. O acusado e a vítima tem o mesmo sobrenome(pestana)?

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik