Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

3 cometários

Denis Servio
Comentou em 08/07/19

Pensando aqui se fosse contrário. O ribuliço q tava. Policial morto….. Etc
Pena q o cidadão morto num pode contar sua versão do fato.
Agora, um policial, supondo q o outro tava armado, teve q atirar na cabeça pra se defender?

César William
Comentou em 09/07/19

É, meu caro e bom, Denis Sérvio, “alguma coisa está fora da ordem, da grande ordem mundial”, há muito tempo. Estão matando mosquitos com canhões, mas não se arriscam a cercar dragões que dragam com drogas “esta nova juventude, página de um livro mau”.

Há milícias, malícias em (quase) cada esquina. Está tudo estranho, muito estranho. Já não há censo nem contrassenso. Estamos desconstituídos da nossa Constituição, Homens têm dedos hábeis para acariciar gatilhos, mas esses mesmos dedos desprezam lápis e caneta na tentativa de bordar um pedaço de papel, a fim de se esculpir um poema, ao menos chinfrim que seja…

Estamos na Nova Era, na era da vida área, sem pés para trilhar um belo chão de veredas que conduzem ao perdão. Ninguém parece ter dó de ninguém nem de nada. Nem rio nem mata escapa. E isso mata. Ouçamos os pardais que são muitos, mas que também desaparecerão. Plantemos. Vale tudo, até erva daninha. Reguemos samambaias e margaridas. Alimentemos um cão sem raça. Visitemos um amigo aflito. Oremos, sem ser preciso publicizar na tevê. Doemos algo que esteja em bom estado de conservação. Falemos com o coração aberto. Ouçamos João Gilberto.

Ps.: Saudades de você e de Timon (minha Harvard), caro amigo Sérvio.

Tiuba
Comentou em 08/07/19

Um absurdo. Tanta parte não letal para atirar, o cara atira na cabeça. Ainda mais por uma suspeita. Lamentável!

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael