Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Secretário explana para vereadores as ações da educação de Timon que estão acontecendo durante a pandemia

A reunião aconteceu na manhã desta sexta – feira (09/04), na sede da Secretaria Municipal de Educação em Timon, entre o secretário da pasta, Samuel Rodrigues, o secretário de governo, Saney Sampaio e os veradores Marcio Sá (PSB), Thiago Carvalho (DEM), Pedro Augusto (PL), Ivan do Saborear (PTB), Da Luz 7 Estrelas (PT) e Kaic (PL). Na reunião, foram discutidas as ações que estão sendo realizadas pela SEMED durante a pandemia nas escolas e creches para garantir o acesso às aulas pelos alunos do município e demais projetos desenvolvidos pelo órgão.

“Infelizmente, a pandemia ainda não acabou e precisamos também fazer a nossa parte para evitar o contágio e disseminação do vírus, a SEMED montou uma logística para que pais e responsáveis possam buscar as atividades dos alunos nas escolas, entregamos o material impresso, obedecendo todos os protocolos sanitários e ainda disponibilizamos em cada unidade um contato direto via aplicativo WhatsApp para envio das vídeo-aulas e materiais para quem puder também acompanhar pela internet. Na próxima semana, lançaremos novas opções para ampliar o acesso dos alunos das zonas urbana e rural”, ressaltou Samuel Rodrigues.

O secretário ressaltou a importância das capacitações que estão sendo realizadas e que deverão ser intensificadas para os professores e comunidade escolar para o ensino de libras e destacou os resultados da primeira escola bilíngue da cidade. Outro tema abordado foi a concessão da merenda escolar aos alunos das creches e da rede municipal. Na oportunidade, os vereadores solicitaram ao município a cessão do kit para os alunos.

“Os recursos disponibilizados, ainda em 2020, pelo Ministério da Educação, foram reprogramados para este ano e, serão repassados às famílias por meio de um kit alimentício que corresponde à merenda que seria ofertada na rede de ensino. Estamos buscando viabilizar o mais rápido possível a entrega. Entendemos a urgência e estamos empenhados para que tudo ocorra o quanto antes, dentro dos prazos estabelecidos por lei. É importante lembrar que para ser contemplado com o kit alimentício, o aluno deve estar efetivamente matriculado em uma de nossas escolas”, finalizou o secretário da SEMED.

 

Da assessoria

1 comentário

Rômulo Rocha
Comentou em 09/04/21

É, nesta situação a saída é o sistema de internet para poder alimentar a chegada das informações para os discentes, seja da área rural bem como urbano .
Resta saber de esse alunos tem celulares, tablet ou notebook para receberem esse material ou aulas através das nuvens . E, se na zona rural há pontos disponível da Net .
Mas, tudo depende do querer das políticas públicas voltada para a educação.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael