Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Coelho Neto: quem enfrentará o prefeito Américo de Sousa?

A oposição na vizinha cidade de Coelho Neto ainda não definiu quem será o pré- candidato a prefeito a enfrentar o atual gestor Américo de Sousa na sucessão municipal de 2020. Entretanto, uma certeza entre os opositores mais bem informados todos têm: o prefeito Américo deverá ser um adversário difícil de ser vencido nas próximas eleições.

Ex-sindicalista com longa folha de serviços prestados aos trabalhadores do município, homem que conhece como poucos as necessidades da gente mais humilde de Coelho Neto, Américo faz uma gestão que nunca se envolveu em nenhum grande escândalo que possa dar munição aos opositores. Pagando rigorosamente em dia os funcionários, tocando algumas obras com recursos próprios ou com o apoio do governo do governador Flávio Dino, Américo é visto entre qualquer um dos desapaixonados (aqueles que são capazes de ver além dos seus interesses próprios) como um dos poucos gestores no estado que consegue se sobressair em meio a crise que assola quase 100% das administrações municipais do país.

Nas eleições do ano passado, o eleitorado coelhonetense já deu sinal de que reconhece a administração do prefeito. Tanto que Américo praticamente venceu com todas as candidaturas que apoiou. Flávio Dino, Weverton Rocha e Rubens Júnior foram alguns dos beneficiados com a força do gestor.

Candidato da terra e homem ainda querido em Coelho Neto, o ex-prefeito Soliney Silva suou para conseguir vencer o deputado estadual Rafael Leitoa. Embalado no bom trabalho que prestou a cidade e contando com apoio de Américo de Sousa e seus aliados, Rafael abocanhou nada menos que 4 mil 225 votos contra pouco mais de 5 mil do ex-prefeito.

Os ecos eleitorais de 2018 já preocupam a oposição. Tanto que dias atrás especulou-se que o empresário Luis Serra, que foi candidato a prefeito em 2016, poderia fazer uma composição com o grupo de Soliney Silva para enfrentar Américo. As especulações neste sentido parece que se dissiparam devido aos ferimentos que ficaram entre os dois no último pleito municipal onde Luis Serra foi atacado de tudo que não presta por Soliney Silva em áudios de WhatsApp, instrumentos, claro, que os aliados de Américo de Sousa ainda guardam e esperam usá-los em caso de necessidade.

O fato é que a política em Coelho Neto segue cheias ainda de dúvidas, um cenário onde a única certeza que existe é a de que Américo de Sousa não será páreo fácil em 2020.

É aguardar a marcha dos fatos…

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael