Informes rápidos do eliaslacerda.com

Eleição de conselheiros tutelares de Timon

Ainda está dando o que falar a última eleição para Conselheiro Tutelar em Timon. O pleito foi cercado de reclamações com vereador sendo retirado de local de votação no dia eleição e muita polêmica. Dizendo-se prejudicados, vários candidatos foram Ministério Público pedir a anulação do pleito e denunciar alguns dos eleitos.

Difícil cassação
As denúncias estão com o promotor da Infância e Adolescência, Eduardo Borges (foto acima).
Nos bastidores da justiça local é ideia comum de que só com provas bem fundamentadas algum candidato eleito deverá ser cassado . Já a anulação total do pleito é mais difícil ainda.
As bases de apoio como fatores fundamentais para a vitória
Da Luz (acima à esquerda) e Lizete Assunção (direita) : Bases de apoio fortes as fizeram se destacar.
O que ficou claro na eleição de Conselheiro Tutelar foi que nenhum dos candidatos conseguiu vitória expressiva sem o apoio de algum segmento importante da sociedade timonense. Um exemplo claro disso foram Maria da Luz de Sousa Silva Flor, conhecida popularmente como “Da Luz”, que obteve 782 votos, e a segunda colocada, Lizete Assunção, com 513 votos.
Da Luz tem forte atuação social como liderança comunitária no bairro Sete Estrelas, no Grande Parque Alvorada, onde trabalha com a associação dos moradores. Já Lizete Assunção é filha de ninguém menos que Irmão Mundico, o ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, homem que articulou para os amigos na entidade trabalharem para a filha.
Igreja e Sindicato da Guarda Municipal
Vale ressaltar ainda a votação da quarta colocada no pleito, Daniele Rocha. Integrante da igreja Universal e esposa de Thyago Polikarpo, presidente do Sindicato da Guarda Municipal, a candidata alcançou os 484 votos. Claro que foram decisivos para a a expressiva votação e a vitória o apoio dos guardas e da própria igreja Universal.
Sem prejuízo
Quem também não saiu no prejuízo na eleição do Conselheiro Tutelar foi o vereador da oposição Anderson Pêgo(foto acima), que foi expulso do colégio João Lula no dia da eleição acusado de estar fazendo “boca de urna”, o que ele nega. Anderson no final do pleito colheu os frutos do seu esforço, viu sua candidata Valeria Santos ser eleita na última posição, com apertados quatro votos na frente de Simone Sampaio. Valéria tirou  349 votos, contra 345 de Simone.
Território das mulheres
Outro detalhe que chamou a atenção na eleição de conselheiro tutelar em Timon foi a predominância de mulheres eleitas sobre os homens. Das dez vagas as mulheres levaram 8 contra apenas duas dos homens. As duas exceções em meio ao território dominado pelas mulheres foram Marconi Araújo e Amujacy.
Aeroporto de São Luis pronto para privatização
O aeroporto Marechal Cunha Machado, de São Luis,  está lista dos aeroportos do Brasil que deverão ser privatizados.
O anúncio foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro via redes sociais. Veja abaixo:
Bens de traficantes de drogas vão mais rápidos a leilão

O plenário do Senado aprovou projeto que facilita a venda de bens apreendidos de traficantes. A matéria foi à sanção presidencial.

Proposto pelo governo federal em junho como medida provisória (MP 885/19), o texto agiliza o repasse, a estados e ao Distrito Federal, de recursos decorrentes da venda de bens apreendidos relacionados ao tráfico de drogas. A MP dá à Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) o poder de leiloar esses bens antes do término do processo criminal.

A expectativa do governo é facilitar a transformação dos produtos apreendidos em recursos financeiros para custear ações de repressão policial, compra de equipamento, campanhas contra o uso de drogas e atendimento a dependentes químicos, entre outras ações.

Controle do governo

Aprovado na Câmara no início deste mês, o texto estabelece que o juiz ordenará às secretarias de Fazenda e aos órgãos de registro e controle de aeronaves, embarcações e veículos a realização de averbações necessárias para livrar o bem a ser leiloado de qualquer gravame.

Segundo o Ministério da Justiça, existem atualmente no país 30 mil bens que estão à disposição da União aguardando destinação depois de terem sido apreendidos em operações de combate ao tráfico de drogas. Há um número ainda maior de bens que foram aprendidos e aguardam o término do processo criminal para serem destinados aos leilões. A pasta estima que esse número chegue a 50 mil.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Barro Forte
WhatsApp chat