Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Oposição de Timon não comparece a reunião para verificação de denúncias contra a água servida na cidade

Da esquerda para a direita: Técnica em química do Ifma, Rilsa Silvia, Marco Antonio (Agert), Kendedy Gedeon, Alisson Bona (Agert), José Carlos Assunção, Coca do Matapasto e Tiago Carvalho.

A oposição ao governo municipal na Câmara de Timon perdeu ótima oportunidade para esclarecer na tarde desta quinta (20) as denúncias que tem feito sobre a qualidade da água servida a população da cidade. Convidada por uma comissão de vereadores para uma reunião na própria sede da Câmara com os representantes da Agert- a Agência Reguladora de Serviços Públicos de Timon e uma representante do IFMA, nenhum dos vereadores da oposição compareceu.

O vereador José Carlos Assunção (PSB) informou ao eliaslacerda.com que viu com tristeza a ausência dos vereadores, pois seria a oportunidade de ver esclarecidas as últimas denúncias de Ramon Júnior e Socorro Waquim que nos últimos dias tem feito críticas a qualidade da água servida em Timon.

Os vereadores Tiago Carvalho e Coca do Matapasto (ambos do partido Solidariedade), além do suplente de vereador Kenedy Gedeon que passava pela casa na tarde de hoje , participaram da reunião que contou com a presença do presidente da Agert, engenheiro Marco Antônio,Alisson Bona diretor técnico executivo da Agert e da técnica em química Rilsa Silvia de Melo, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão-campi Timon.

A ideia dos vereadores era levar os representantes da Agert junto com a técnica do IFMA aos locais onde os vereadores dizem que tem água de qualidade ruim servida na cidade. ” Os colegas vereadores da oposição foram convidados exatamente para levar os técnicos nos locais para que seja coletada a água que eles dizem ser ruim e assim, uma instituição séria como é o IFMA, fazer o exame da água para ver realmente se tem sentido essas denúncias. Assim deixaríamos de ficar só na crítica verbal e saberíamos cientificamente com o laudo técnico se realmente procedem as denúncias”, falou o vereador José Carlos Assunção.

Marcada para às 14 horas e 30 minutos, a reunião foi encerrada por falta da presença da oposição uma hora depois, às 15 horas e 30 minutos.

O presidente da Agert, engenheiro Marco Antônio, sugeriu que devido ao fracasso da reunião, os vereadores podem requerer junto aos colegas da casa que lhes repassem os endereços e a Câmara envia em ofício com os locais apontados para agência, sendo que na data do dia da coleta os vereadores podem acompanhar os técnicos .

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael