Parnarama urgente ! Vereadores denunciam projeto de agressão ao rio Parnaíba com autorização de secretaria do governo do Maranhão

Acima os vereadores durante visita a sede da Pipes em Parnarama na manhã desta segunda-feira 918) onde as máquinas já chegaram para fazer o serviço.

O vereador Miguel do Tiririca procurou o eliaslacerda.com para denunciar uma agressão que a empresa Pipes, responsável pelo transporte de passageiros sobre o rio Parnaíba entre as cidade de Parnarama e o estado do Piauí, está projetando em área de preservação ambiental daquele rio.  Junto com os vereadores Paulo Rodrigues, Chagas Cardoso  e  Anjinho, todos de Parnarama, ele esteve na manhã desta segunda-feira (18) visitando o local onde a empresa pretende fazer a intervenção.

De acordo com os vereadores, com autorização da Secretaria Estadual do meio Ambiente do Maranhão, a Pipes vai fazer um aterro dentro do rio Parnaíba para facilitar o embarque e desembarque com o transporte das pessoas e veículos nas suas balsas entre os dois estados. Os vereadores contam que a medida vai agredir violentamente o rio nas suas duas margens que são consideradas de preservação federal com reflexos em outras áreas banhadas pelo Velho Monge.

Acima a margem do rio que será aterrada e concretada.

O grupo de vereadores conta que devem ser utilizadas em torno de 400 carradas de pedras e concreto nas duas margens prejudicando o curso natural do rio.

Em conversa com o eliaslacerda.com, o vereador Miguel da Tiririca se diz espantando com a autorização da Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Ele pede que o governador Flávio Dino ou o próprio secretário de estado revogue essa licença.

Como o rio é da União por dividir dois estados e está também sob a esfera de fiscalização dos órgãos federais, os vereadores pretendem comunicar o caso ao Ministério Público Federal.

O Ministério Público Estadual em Parnarama também deverá ser acionado com a denúncia.

Veja abaixo a licença da Secretaria Estadual do meio Ambiente do Maranhão autorizando a obra:

2 cometários

CLEUTON LIMA MIRANDA
Comentou em 18/05/20

E os estudos de impacto ambiental onde estao? Cade as informacoes tecnicas que dao suporte a isso. O trecho de Parnarama e o que esta em.pior situacao no medio parnaiba, marg esquerda por desmatamento de matas ciliares, erosao e assoreamento do rio. Dragas e mais dragas. Mostrei isso ao sec de meio ambiente de Parnarama, sr Jackson, numa reuniao do vomite da bacia do rio Parnaiba. o secretario se mostrou muito atencioso e preocupado e esta a par fo grave estado desse trecho do rio em Parnarama. Precisa ter uma grande mobilizacao envolvendo varios atores, inc min publico. O Maranhao pisa na jaca direto vom estudos de impacto ambiental, desrespeitando a legislacao vigente em nome de interesses excusos e economicos. Isso e inadmissivel e esse grupo de vereadores precisam engrossar o caldo. Em Timon z mesma coisa: obras feitas e liberadas sem estudos tecnicos ambientais adequados, conforme legislacao. E vexatorio!

Rômulo Rocha
Comentou em 19/05/20

Situação delicada, pois há três vertentes: o meio ambiente , o empresário e a politica. Esta torna-se dominante e, assim prejudicando a natureza em toca de favores empresarial, principalmente no período eleitoral .

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Barro Forte