Polícia já sabe como agiu o criminoso que inventou ter vereador de Timon estuprado a própria esposa

Acima o vereador Francisco Torres e esposa quando visitou o eliaslacerda.com para desfazer a mentira envolvendo o casal.

Em tempos de fake news a recomendação é que sempre busquemos escolher bem onde encontrar informações de verdade, afinal nos tempos atuais são muitas as mentiras que circulam na rede. Uma das maiores mentiras que se tem notícia nos últimos anos com uma pessoa de Timon aconteceu com o vereador Francisco Torres, do MDB. Em junho deste ano, circulou em redes sociais em forma de matéria jornalística, a notícia  que o Francisco Torres havia estuprado a própria esposa e que a mesma teria sido hospitalizada.

O vereador e a esposa procuraram a polícia e o eliaslacerda.com para denunciar a mentira.

O caso foi parar na Delegacia da Mulher com a delegada Mariely Vilhena(foto logo acima), que iniciou intenso trabalho de investigação para chegar ao criminoso que inventou a mentira. Foram vários dias de investigações e os investigadores chegaram ao CPF do dono do telefone que supostamente  gerou a transmissão para os grupos de WhatsApp.

O dono do aparelho foi chamado para depor, mas depois do interrogatório, a delegado Mariely Vilhena ficou convencida que ele não tinha participação alguma no crime.

Na verdade, o criminoso usou o CPF do humilde morador timonense, que possuía sim um aparelho telefônico, mas daqueles tipo lanterninha e nem internet sabia usar.

Apesar da frustração de ainda não ter chegado ao criminoso, a delegada segue com o inquérito em aberto e em conversa com o eliaslacerda.com ela informou que novas investigações podem acontecer sobre o caso.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Barro Forte