Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Presos no Goiás acusados de roubarem mais de um milhão e meio no Teresina Shopping

A Polícia Rodoviária Federal realizou a prisão de três homens, sendo dois colombianos e um venezuelano, acusados de roubarem uma joalheria localizada dentro de um shopping de Teresina na madrugada do último domingo e levarem mais de R$ 1,5 milhão em ouro reveja o caso clicando aqui). Os criminosos foram presos na BR-050, em Catalão, no Sudeste de Goiás.

Por volta das 17h, policiais rodoviários federais pararam um veículo Fiat/Uno, locado. O veículo já vinha sendo monitorado pela PRF, integrado ao Grupo de Repressão ao Crime Organizado do Piaui (GRECO), e PM de Goiás, Distrito Federal e Piauí.

Fiat Uno usado pelos criminosos na fuga também foi visto passando pelas ruas de Teresina

“Nas primeiras horas que o GRECO tomou conhecimento do assalto imediatamente foi entrado em contato com a inteligência da Polícia Rodoviária Federal para que a gente pudesse em conjunto realizar um trabalho de identificação desses indivíduos. Foi feito o monitoramento do veículo que foi utilizado no assalto e montamos o cerco juntamente com apoio da Polícia Militar de Goiás e foi na cidade de Catalão que a PRF realizou a abordagem e a prisão, são dois indivíduos de nacionalidade colombiana, de 40 anos e um de nacionalidade venezuelana, de 41 anos”, afirmou o inspetor Alexsandro Lima.

Ainda de acordo com o inspetor, eles são suspeitos de furtar uma joalheria em um Shopping de Teresina, uma loja de celulares em um Shopping de São Luís/MA e de utilizar documentos falsos para locar o veículo utilizado na fuga, além de comporem uma quadrilha de furtos à Shoppings Centers. Os presos foram reconhecidos pelas imagens de câmeras de monitoramento.

“Foi checado través das imagens das câmeras de segurança do shopping juntamente com as imagens feitas pelos policiais no momento da abordagem que comprovaram pelas características físicas e alguns traços, como tatuagens, que confirmaram que esses indivíduos praticaram o assalto na joalheria dentro do shopping. Prontamente os policiais deram voz de prisão e encaminharam a delegacia local. Vale ressaltar que não foi encontrado a mercadoria, porém a Greco já tem informações e já esta fazendo monitoramento para conseguir apreender essas joias”, disse.

Os suspeitos fugiram do Nordeste Brasileiro após os delitos e tinham como destino a capital paulista.

A equipe PRF encaminhou os presos para a central de flagrantes em Catalão e os estrangeiros responderão por furto qualificado, uso de documentos falsos e formação de quadrilha.

Criminosos levaram mais de R$ 1,5 milhão em ouro

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael