Elias Lacerda - WhatsApp
Esportes

Após gol de Jô, CBF adota recurso de vídeo no Brasileirão



Governo do Estado do Maranhão

Por conta da polêmica envolvendo o gol de Jô neste domingo, contra o Vasco, em Itaquera, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) planeja implementar o sistema de vídeo no Campeonato Brasileiro “o mais rápido possível”. Nesta segunda-feira, o presidente da entidade que regula o futebol do país, Marco Polo Del Nero, reuniu sua equipe e fez o pedido após sucessivos testes com a tecnologia que já está em uso em algumas competições.

Um dos motivos pelos quais o Campeonato Brasileiro ainda não contava com o uso da tecnologia vista em torneios internacionais de maior renome era o custo da operação. No entanto, visando evitar maiores polêmicas envolvendo irregularidades não marcadas pelos árbitros, a CBF, enfim, parece disposta a abrir os cofres.

A vitória do Corinthians graças ao gol de mão de Jô não foi muito bem digerida pelo presidente do Vasco, Eurico Miranda. O mandatário cruz-maltino se reuniu com a alta cúpula da CBF nesta segunda-feira e saiu da sede da entidade com a promessa de que haverá a implementação do recurso de vídeo no Campeonato Brasileiro.

Nesta terça-feira, a CBF realizará uma reunião para definir todos os detalhes da instalação do recurso de vídeo nos estádios brasileiros e também a possibilidade de o sistema também ser usado em outras competições nacionais.

Confira o comunicado oficial divulgado pela CBF nesta segunda-feira:

A Comissão de Arbitragem da CBF projetava o uso do Árbitro de Vídeo (AV) nas rodadas finais do Brasileirão 2017. Ao longo deste ano, representantes da entidade e árbitros brasileiros participaram de treinamentos teóricos e práticos sobre o tema, incluindo a capacitação que vem sendo realizada desde a semana passada na sede da Conmebol, em Assunção, no Paraguai.

Entretanto, em função da incidência de erros recentes que poderiam ser evitados com a utilização da tecnologia, o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, reuniu a equipe, nesta segunda-feira (18), e determinou que o Árbitro de Vídeo seja aplicado o quanto antes nas partidas do Brasileirão – Série A.

O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho, está trabalhando para acertar os detalhes e viabilizar o AV o mais rápido possível.

Você pode ler também!

Deixe um comentário



Barro Forte