Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Freira de 1 metro e 20 cm conseguiu escapar do ataque de uma cobra de 8 metros


Uma pequenina freira de 85 anos escapou da morte após ser atacada por uma cobra píton de cerca de 8 metros de comprimento na porta do banheiro de um templo rural na província de Rayong, na Tailândia, onde vive. O caso foi noticiado em jornais como o ‘Correio da Manhã’ e o ‘Daily Mail’.

Identificada como Chin Darachan (ou Mae Chee Tid), a vítima – que tem apenas 1,20 metro de altura – foi mordida na perna e já passava por processo de estrangulamento quando foi salva e socorrida por monges. Os vizinhos correram para o local após ouvirem seus gritos de pavor.

Com recurso a alicates e cordas, os monges conseguiram retirar as mandíbulas da cobra da perna da idosa e imobilizar o réptil.

Chin foi levada ao hospital após o ataque, ocorrido no início do mês, mas já regressou ao templo, onde ainda está a recuperar. “Assim que vi a cobra não consegui escapar. Ela saltou e mordeu-me as pernas. Era incrivelmente rápida e começou logo a enrolar-se à minha volta. Fiquei em choque e só depois consegui gritar. Não sei o que seria de mim se os monges não me tivessem vindo ajudar”, explica a freira.

A freira teve que levar 20 pontos nas pernas, nos locais onde foi mordida pela cobra. A píton foi libertada pelos monges depois e devolvida à natureza. “Não fiquei chateada com a cobra. Ela só estava a fazer o que lhe é natural. Estou feliz por estar viva, é só isso. Mas admito que agora fico sempre um bocadinho com medo cada vez que vou à casa de banho”, confessa a freira tailandesa.

Fonte: Daily Mail e Extra

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael
Ateliê dos Doces