Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Advogado que trabalhou no juizado de Timon foi morto porque se negou a entregar o celular

Policiais da Delegacia de Homicídios prenderam um dos suspeitos de assassinar o advogado Ozires de Castro Machado Neto, 28 anos, crime ocorrido na última segunda-feira, dia 11. A vítima já havia trabalhado como Conciliador no Juizado Especial de Timon e antes de ser assassinado fazia assessoria do juiz de Santa Quintéria, no interior do  Maranhão.

O preso é Francinaldo dos Santos Batista, vulgo Neném. O delegado Francisco Costa, o Baretta, descartou a hipótese de execução e afirmou que o advogado foi morto durante assalto a um celular. Em depoimento, o preso revelou que o advogado foi morto por ter se recusado a entregar o aparelho telefônico. O bando, no dia anterior, realizou assalto a um restaurante no bairro Bela Vista.

A prisão ocorreu na vila Parque São Jorge, no bairro Santo Antônio. Segundo a Polícia, Francinaldo foi quem atirou no advogado e confessou em depoimento a autoria do crime.

“A vítima parou o veículo próximo onde estavam os criminosos e ficou manuseando o celular com o vidro do carro aberto e eles viram o celular e anunciaram o assalto. A vítima reagiu e não entregou o celular, então ele efetuou o primeiro disparo. Neste momento, o advogado tentou manobrar o veículo e o criminoso efetuou o segundo tiro que foi na cabeça da vítima”, contou o delegado Baretta.

A quadrilha, segundo o delegado, no dia anterior tinha realizado um assalto a um restaurante no bairro Bela Vista. Eles usaram um veículo gol vermelho que foi apreendido pela polícia.

Segundo o delegado Baretta, Francinaldo  teria agido com pelo menos três comparsas.

A equipe de investigação realizou a apreensão das roupas utilizadas pelo suspeito durante o crime, além do veículo do Gol de placa  LWL-4131, que foi utilizado para o apoio da ação criminosa.

Em nota, a Polícia Civil disse que as diligências continuam para a realização da prisão do motorista do carro que estava no apoio e para a prisão do segundo suspeito que participou da abordagem ao advogado.

A Delegacia de Homicídios informou que os suspeitos praticaram vários roubos na zona sul de Teresina e que são autores do assalto praticado no dia 10 deste mês no bairro Bela Vista. A Delegacia de Homicídios ressaltou ainda que disponibiliza o número 181 para denúncias anônimas.

O presidente da OAB-PI, Chico Lucas, parabenizou a atuação da delegacia de homicídios na elucidação dos fatos e prisão do acusado.

“A Polícia Civil do Piauí deu uma resposta rápida à sociedade com a prisão do acusado. Esperamos que nas próximas horas os demais também sejam presos. Estamos acompanhando as investigações a fim de garantir que os acusados paguem pelo crime cometido, no rigor da lei”, disse.

Advogado foi socorrido com vida e morreu no hospital

(Cidadeverde.com)

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael