Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Assista vídeo: Taxista estava no bando que roubou arma de coronel da PM em Timon

O assalto ao coronel da PM do Maranhão, Miguel da Silva Moraes Júnior, ocorrido na quinta-feira (22) da semana passada no centro de Timon está totalmente esclarecido. A notícia inicial dada com exclusividade por este eliaslacerda (reveja aqui) teve desfecho na tarde de ontem em Teresina com a prisão dos suspeitos do crime. Todos são de Teresina, inclusive o bando era composto por um taxista.

Veja abaixo a matéria publicada com vídeo pelo cidadeverde.com:

[su_youtube url=”https://www.youtube.com/embed/71wP90S0UKs” width=”800″ height=”460″]

O taxista identificado como Raimundo Fernandes está entre os presos suspeitos de praticarem assaltos em Teresina-PI e Timon-MA. De acordo com informações da Força Tarefa da Secretaria de Segurança do Piauí (SSP-PI), o taxista chegou a registrar um Boletim de Ocorrência informando ter sido vítima de sequestro, mas seria apenas uma tentativa de criar um álibi para esconder a suposta participação no crime.

Além do taxista, seis homens foram presos e um menor de idade apreendido nesta terça-feira (27). Entre os crimes atribuídos ao bando está o roubo de uma pistola do coronel da Polícia Militar.

“A gente foi prendendo um por um. A gente conseguiu juntar todos e montar o ‘quebra-cabeça’ da participação de cada um. O taxista foi o último que foi preso. Todos eles afirmaram que um taxista participou da ação. Ele nega, mas é um direito constitucional dele. Do outro lado tem seis pessoas acusando ele”, disse o major Audivam Nunes, coordenador da Força Tarefa da SSP-PI.

Em sua defesa, o taxista disse que foi “obrigado a participar dos crimes e não sabia de nada”. Contrariando a versão dele, os demais presos não só o acusaram como também detalharam a suposta participação do suspeito que seria o responsável por escolher as vítimas e o melhor momento para os roubos.

“Tu tá é mentindo, taxista. Tu sabia do bagulho, sim. Tu sustenta que tu sabia que nos ia roubar. Nos demos só um toque pra ele: nós vamos em tal ação. Nós vamos dar uma parte pra tu e tu vai deixar a gente em tal lugar. Ele até mostrou o lugar melhor. A gente não estava na intenção de pegar esse celular. Nós ia pegar só esse carro [sic]”, disse o menor apreendido.

“Ninguém botou arma em tu não. Tu foi pela própria vontade”, completou um dos presos.

A arma do coronel da PM ainda não foi localizada. Com os suspeitos foram recuperados um revólver calibre 38 e motocicletas com restriçãode roubo. O táxi também foi apreendido.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael