Cabo do exército que atirou na Banda Bandida pode ser indiciado por três crimes

“A motivação provavelmente foi uma briga de festa. O que alega a vítima é que houve um esbarro e os dois passaram a se encarar e chegaram as vias de fato”, afirma o delegado.

O cabo possui a posse da arma mas não tem direito ao porte. De acordo com o delegado, as testemunhas contradizem o que afirmam os suspeitos e dizem que Francisco Felipe Marques, preso desde o último sábado também teria atirado.

“Ainda falta esclarecer a participação de cada um deles na ação. E ainda se outra pessoa efetuou disparos, ou somente o Wanderson”, completa.

O cabo foi preso preventivamente por ter deixado o local do crime. Ao se apresentar já havia um mandado de prisão preventiva expedido contra ele que foi cumprido. Wanderson permanece sob custódia do Exército.

(Do cidadeverde.com)

Elias Lacerda

Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *