Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Preso em Petrolina (Pe) fugitivo de Pedrinhas acusado de participação na morte de tenente na zona rural de Timon

Através de informações, policiais militares e federais prenderam no dia de ontem, terça-feira (27) o fugitivo da penitenciária de Pedrinhas em São Luis, Cláudio Kelson de Sousa Rodrigues, o “Kaká”.  Ele foi preso num residencial na cidade de Petrolina, no estado do Pernambuco.

Em desfavor de “Kaká”.encontravam-se em aberto vários mandados de prisão, (três). Dentre as práticas criminosas, constam os crimes de roubo, latrocínio e homicídio.

Ao chegar à residência do suspeito, as equipes realizaram abordagem à pessoa de Claudio Kelson de Sousa Rodrigues, o qual no momento da busca pessoal identificou-se como sendo Janderson Brito de Oliveira, nome que constava em uma CNH grosseiramente falsificada.

Diante  da inconsistência dos fatos, o imputado acabou por afirmar que seu verdadeiro nome era “Claudio” e que era foragido do Estado do Maranhão.

Ainda no interior da residência foram encontradas 28 munições intactas, calibre .44SW, marca CBC, além de uma porção de maconha e mais um documento de identidade RG em nome de Edvan de Sousa Costa, o qual continha sua fotografia.

O condenado e ex-foragido de Pedrinhas deverá ser recambiado para o Maranhão, pois Cláudio Kelson de Sousa Rodrigues, o “Kaká”,  fugiu na noite do dia 21 de maio do ano passado de Pedrinhas após bandidos estourarem com explosivos o muro da penitenciária. Ele e mais 30 presos empreenderam fuga. Boa parte deles as forças de segurança do estado conseguiram recapturar, sendo que dois morreram na troca de tiros com policiais.

Cláudio Kelson de Sousa Rodrigues, o “Kaká”, de acordo com a polícia civil de Timon, era integrante do grupo de Léo Grandão (atualmente preso) que é especialista em resgatar comparsas presos. Em dezembro 2013, Grandão foi resgatado por 3 comparsas de dentro 2º DP de Timon.

Contra o ex-fugitivo pesa ainda a acusação de ser um dos integrantes do bando que assassinou o Tenente da Polícia militar do Piauí, Itamar Oliveira de Carvalho (na foto logo acima). O crime aconteceu no dia 7 de março de 2017, num sítio que o militar possuía na zona rural de Timon.

 


Notice: Undefined variable: aria_req in /usr/local/lsws/wordpress/wp-content/themes/eliaslacerda/comments.php on line 64

Notice: Undefined variable: aria_req in /usr/local/lsws/wordpress/wp-content/themes/eliaslacerda/comments.php on line 69

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael