Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Professor leva golpe, perde tudo e vai morar na escola

Com a vida financeira completamente comprometida após cair no golpe do empréstimo consignado, um professor da rede pública de ensino perdeu a casa em que morava com a esposa e dois filhos, para conseguir quitar parte do prejuízo. Os casos de estelionato envolvendo empresas de crédito se espalham pelo país. O prejuízo do servidor da Secretaria de Educação do Rio de Janeiro é estimado em mais de R$ 50 mil.

O professor procurou a coluna para relatar que, desde 2019, luta na Justiça para tentar reaver o dinheiro levado pela RC Consultoria, empresa especializada em operações financeiras e cessão de crédito. Operadores do esquema criminoso ligaram para a vítima sugerindo uma oferta de rentabilidade, onde o docente pegaria um empréstimo consignado dentro de sua margem de crédito.

De acordo com o professor, a empresa faria aplicações com parte do valor. “Eu fiquei com vinte por cento dos R$ 53 mil e eles ficaram com o restante. A promessa era de que eles pagariam as parcelas do empréstimo consignado depositando o valor na minha conta. E após dois anos eles quitariam de uma só vez o valor do empréstimo, mas claro que isso não ocorreu”, contou.

Funcionário uniformizado

Para forjar uma suposta seriedade, o professor afirmou que uma funcionária uniformizada e com crachá da empresa esteve em sua casa, para apresentar o contrato e tirar dúvidas. “Depois disso, fiquei com empréstimos de R$ 33 mil e outro de R$ 19,6 mil. Após três meses, a empresa parou de pagar as prestações e minhas contas foram se acumulando, pois, eu ganho menos do que os R$ 2,5 mil cobradas nas prestações”, explicou.

De acordo com o professor, com as contas se acumulando, ele foi obrigado a vender a casa e se mudar da Vila Cosmos, para a região de Campo Grande. “Tive que vender a casa porque eu tinha um carro parcelado e o banco me sugeriu a entrega do carro, e perderia tudo que já tinha pago do veículo. Vendi a casa e fui morar de favor para poder quitar o carro”, desabafou.

O docente ainda revelou que precisou tirar os dois filhos da escola particular e toda a família passou a morar em uma residência que fica dentro de um colégio municipal, onde o professor não precisa pagar aluguel ou condomínio.

Empresário preso

O proprietário da RC Consultoria, identificado como Roniel Cardoso dos Santos, já havia sido preso no âmbito de uma operação desencadeada pela Polícia Civil carioca, em outubro de 2019. Na época, as investigações apontaram Roniel como chefe de uma quadrilha que aplicava golpes em servidores públicos, militares e aposentados.

A Justiça também determinou o bloqueio de R$ 50 milhões dos suspeitos. O esquema envolvia promessas de altos ganhos em aplicações que não existiam. As vítimas eram orientadas a contrair empréstimos em bancos ou instituições de crédito regulares e repassar esse valor à quadrilha. O dinheiro, porém, afirma a polícia, era gasto em viagens e jamais retornava.

A polícia identificou que a quadrilha de Roniel iludia as vítimas com “aplicações no agronegócio”, cuja rentabilidade era garantida por “fazendas no Maranhão”. Em um dos mandados de busca, a polícia encontrou um roteiro para operadores de telemarketing lerem a fim de captar clientes.

Do Metrópoles

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael