Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Empresa Hytec, de Luciano Lobão, nega abandono de obras

A empresa Hytec-Construções, Terraplenagem e Incorporações Ltda., vem esclarecer informações prestadas pelo DNIT/MA e diversos Blogs,incluindo este blog do Elias Lacerda.

Em síntese, vamos aos fatos:

1º BR-135

OFICIOS (1)

A HYTEC tinha 14% deste contrato perante o consórcio de 4 empresas. No mês de fevereiro de 2015 a HYTEC saiu do consórcio com o aval das demais consorciadas e protocolamos na superintendência do DNIT em São Luís (em anexo). VEJA QUE A HYTEC NÃO ABANDONOU COMO DIZEM.

O motivo da saída se deu por 2 fatores:

1-        Inadimplência financeira por parte do DNIT nos pagamentos dos serviços realizados (atrasos constantes de até 5 meses)

2-        Foram identificadas diversas inconsistências técnicas no projeto original que tornava a obra inexequível, motivando diversas revisões, cerca de 11(onze) e, com isso, gerando um atraso e desgaste enorme não só para o consórcio, mas para todos.

Nota: A lei 866 permite solicitar a saída ou distrato por falta de pagamento, problema técnico e etc.

2º BR-226

A HYTEC foi vencedora de um RDC-ELETRÔNICO onde participaram várias empresas de vários estados. Não é verdade que tenhamos desistido desta obra ou impedido de assinar o contrato. Estamos aguardando empenho para que possamos executar a obra referida. Em anexo um documento entre HYTEC e DNIT comprova a versão verdadeira.

Todavia, existem 2 problemas em relação a essa obra, que são;

a) O senhor Vice Governador esta semana em reunião com o Dnit, deixou clara sua vontade ou do Governo do estado do Maranhão, de que a Construtora Sucesso execute a obra, afirmando  que a empresa não precisaria receber para executá-la e que poderia esperar por momentos melhores para receber o serviço. UM ABSURDO! CONTUDO, NOS RESERVAREMOS A NÃO COMENTAR ESTA ILEGALIDADE.

b) Não se tem ainda empenho desta obra e sim uma solicitação de orçamento para 2016 na ordem de 12 milhões. ISTO É UM PROBLEMA GRAVE, pois o prazo contratual é de 18 meses e o valor da obra é de 88.5 milhões. Ou seja, esta obra irá começar, caso chegue o empenho, com pouco recurso e com isso terá atraso na entrega.

3º  Pac de Imperatriz

Pac – Parte 2 (ofício)

Pac – Parte 3 (ofício)

Antes de prestar os esclarecimentos gostaríamos de lembra que na gestão do Sr Ildon Marques, ex-prefeito, esta obra era exemplar e vista como referência.

Contudo, na Primeira semana do senhor Madeira como prefeito, eu, Luciano Lobão fui chamado em sua residência e tive a ingrata notícia dada pelo secretário Roberto, na presença do prefeito que a HYTEC não iria continuar nenhuma obra na prefeitura. Sendo assim, protocolamos na Superintendência da Caixa Econômica, no ministério das cidades e na prefeitura o conteúdo desta reunião e os problemas que enfrentávamos em campo como perseguições que sofríamos (em anexo).

A HYTEC que solicitou a saída e até hoje temos recursos a receber.  Saímos em abril de 2011 e a obra teve seu reinício em agosto de 2012, mas até hoje não foi entregue.

4º Obra com a prefeitura de São Luís

Esta obra teve tantos problemas de projeto que se tornou impossível sua execução, sem contar os problemas de pagamento em atraso e não poder pagar serviços por não estarem em planilha.

Tive na época todo apoio do prefeito Edvaldo Holanda Junior na tentativa de poder contornar os problemas. Infelizmente não tivemos alternativa, a não ser o distrato amigável.

Por fim, a Hytec esclarece que, diferente do que foi publicado, a empresa não pertence a “Família Lobão”, assim entendida como Senador Edison Lobão ou Lobão Filho.

Sem mais,

Assessoria de Imprensa da Hytec

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael