Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Rosário Leal diz que secretaria não tem poder para cortar pagamento de beneficiários do Bolsa Família

rosario-lealA Secretária Municipal de Assistência Social de Timon, Rosário Leal (foto acima), esclareceu na manhã desta quinta-feira (10) sobre situação dos beneficiários do Bolsa Família do município. Em conversa com o eliaslacerda.com ela negou que a secretaria tenha cortado benefício de integrante do programa,  como chegou a ser noticiado na imprensa local.

Rosário Leal explicou que a prefeitura através da Secretaria jamais tem poder para cortar beneficiário do programa. Ela explica que a função da SEMDES é cadastrar o beneficiário baseado nas informações que o mesmo presta a secretaria. “ A questão de pagamento é uma relação que existe somente entre o ministério da previdência social e o beneficiário. É função exclusiva do governo federal cortar ou incorporar novos beneficiários. A secretaria jamais pode fazer isso”, explicou a dirigente da secretaria.

A secretária informou que em trabalho concluído neste mês pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, mais de um milhão e 100 mil benefícios terão que ser  bloqueados e cancelados em todo o país por identificar inconsistências cadastrais em benefícios pagos pelo governo federal. “Quem corta os benefícios é o governo federal que faz cruzamentos de informações para saber mais sobre quem são beneficiados junto a vários órgãos como o ministério do trabalho através do cadastro geral de empregados e desempregados, sistema de benefícios permanentes e auxílios pagos pelo INSS, sistema de controle de óbitos, sistema integrado de administração de recursos humanos, de servidores públicos do governo federal, dentre outros órgãos”, explica.

Rosário Leal afirma que a SEMDES tem cumprido com sua função que é o de cadastrar as pessoas que procuraram a secretaria e que se enquadram nos critérios exigidos pelo Bolsa Família. “Nós aqui temos feito nossa parte. Temos disponíveis cinco Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) espalhados nos bairros da cidade para atender com presteza os usuários e ainda colocamos na própria sede da secretaria atendimento para os beneficiários. É importante salientar que o cadastro que fazemos dos beneficiários interessados no programa é todo baseado nas informações prestadas pelos beneficiários. Nós não questionamos beneficiários. O que ele disser é obrigação nossa, determinada em portaria do  Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, que anotemos. Depois o governo federal através dos cruzamentos de informações que faz é quem pode autorizar o pagamento ou bloquear”, finalizou Rosário Leal.

anuncio-disque-entulho

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael