Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Timon ganha posto avançado de registro civil de nascimento

posto

posto1

posto4posto2posto3

 

posto5

Agora as crianças nascidas no Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco vão ter acesso na própria unidade a Certidão de Nascimento

A população de Timon recebeu nesta segunda-feira, 24/10, o primeiro posto avançado de registro civil de nascimento. Crianças nascidas na maternidade do Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco, após a alta hospitalar, já podem ir para casa devidamente registradas, portando sua certidão de nascimento, sem a necessidade de deslocamento a um cartório. O documento garante o exercício da cidadania, ao dar acesso a serviços públicos nas áreas de educação, saúde e assistência social.

O projeto registrar do governo federal chega à população timonense através da parceria do governo do estado e Prefeitura de Timon, que através das secretarias estadual e municipal de Direitos Humanos, faz valer o direito garantido por lei. Na maternidade, de acordo com o diretor do Hospital Alarico Pacheco, Danísio Marabuco, cerca de 2.964 crianças nascem por ano, e todas têm acesso ao pré-natal na unidade.

Para o secretário de Direitos Humanos de Timon, Carlos André, o direito a certidão é fundamental para o indivíduo. “Esse momento em que é inaugurado o posto é de muita relevância para nossa comunidade, pois ao ter garantido o direito ao registro civil, o cidadão passa a ter acesso a outros direitos”.

O promotor de justiça Antônio Borges enfatizou a importância do posto e disse que atitudes como essa só ajudam a população, pois uma cidade do porte de Timon merece as devidas atenções do poder público. O secretário de Governo João Batista, que representou o prefeito de Timon, Luciano Leitoa, na solenidade de inauguração, também destacou a importância do posto avançado e adiantou que, em breve, a população terá acesso a emissão de identidades em Timon sem ter que esperar a expedição por São Luís. A nova sede do Núcleo de Identificação será futuramente localizada no Instituto de Criminalística e Medicina Legal – ICRIM de Timon, que fica ao lado do Hospital Alarico Pacheco.

O secretário de Direitos Humanos do Maranhão, Francisco Gonçalves, disse que o projeto registrar traz dignidade à Pessoa: “É através da certidão que a criança tem acesso a matricula na escola, a benefícios como bolsa família, a saúde, a aposentadoria e todos tem esse direito, isso é democracia.” Ao final, houve descerramento da placa inaugural do posto, que vai funcionar em parceria com o cartório de 2° oficio de Timon. Os primeiros recém-nascidos já tiveram a oportunidade de sair com seu registro de nascimento.

(Da assessoria)

anuncio-focus

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael