Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Assista ao vídeo: Vereador no Ceará invade rádio e agride advogado ao vivo

O vereador Thiago do Ivan (PDT), da cidade de Catunda, no Ceará, invadiu o estúdio da rádio Planalto FM, nesta segunda-feira (17), e agrediu o advogado Ronaldo Feijão, do Sindicato dos Servidores do Município.

Um vídeo que mostra o exato momento foi compartilhado nas redes sociais. No registro, é possível ver o advogado sentado quando o vereador entra na sala o agredindo com um tapa na cabeça, que faz Ronaldo Feijão ir ao chão.

Assista ao vídeo abaixo:

Na sequência, Thiago do Ivan segura o advogado pela camisa e o pressiona contra a parede. O parlamentar teria ficado revoltado com críticas feitas pelo advogado, tanto que, no momento da agressão ele xinga o representante do sindicato e reclama de ter sido alvo de críticas. “Quando você falar de mim, fale como homem”, diz o vereador durante a agressão.

Dois homens que estavam no estúdio e presenciaram a cena não interviram, permanecendo sentados ao redor da mesa de som.

Do GP1

3 cometários

Francisca Biú
Comentou em 18/05/21

Violência gera violência

SARAI
Comentou em 18/05/21

ALIADO DO CIRO GOMES NÉ? PELO ESTILO MAGRESSIVO!

CÉSAR WILLIAM
Comentou em 18/05/21

MORTE POR DENTRO

Qualquer um de nós pode agir assim, atraído por um ledo engano: o de que nos tornamos mais fortes quando partimos para um “contra-ataque”, impulsionados por um desequilíbrio emocional que nos cega e nos lança para uma arena projetada por nossos medos. Isso ocorre geralmente quando apostamos mais na reputação que em nossa consciência. Ficamos aflitos,preocupados com o que pensarão acerca de nós.
Então, envenenados por um ódio que nos consome feito chama, tornamo-nos um Lampião enfurecido, perdido na escuridão do pensamento.Que haja arrependimento por parte do agressor e que haja perdão, por parte do agredido, é o que desejo.
Mais tranquilo e sensato é deixar que falem bem ou mal de você para depois ganhar o direito de resposta e dar a volta por cima, se tiver argumento suficiente ou ficar por baixo, mas em um nível que não seja o da sepultura do espírito.
Esta postagem não é para receber elogios nem para posar de mocinho ou de filósofo, não, não e não, é somente para dizer-lhes, caros leitores deste jornal eletrônico que já passei por uma situação parecida com essa:
Há aproximadamente 13 anos, encontrava-me nos estúdios da Rádio Timon FM, no programa BOM DIA TIMON, apresentado pelo jornalista Elias Lacerda, quando o radialista Severino Neto (o melhor comentarista de tudo que já conheci até hoje) tecera banais comentários a meu respeito na base da rádio, sem liberação de áudio. Foi o suficiente para que eu me enfurecesse pensando mesmo em partir para o ataque físico. Graças a Deus que isso não acontecera, porém até hoje, quando recordo o triste episódio, entristeço-me.
Recordo-me também que havia dormido mal na noite anterior, envolvido em pesquisas que fizera até alta madrugada daquele dia, à base de muito café e solidão. Tentei agir como Diógenes – o Homem Cão. Leal Filho, então proprietário da rádio, desligara tudo e o programa foi encerrado antes do horário normal.
Aquilo me maltratou durante muito tempo. Mesmo sabendo que a verdade estava comigo e que o jornalista naquele dia se equivocara com certas colocações a meu respeito, sofri. Sofri muito.
De lá para cá o que tenho feito é relevado comentários quando são banais. Se forem ofensivos, inverídicos, dou a corda até o ponto de puxá-la, usando o direito de resposta.
Não vale a pena nenhum ato de violência, mesmo você estando coberto de razão. “Matam-se mais moscas com uma gota de mel que com um barril de fel”. Boa noite. Saúde, sabedoria, paz e poesia.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael