Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Asteróide atinge a serra de Guaramiranga, no Ceará, e assusta moradores

Fenômeno aconteceu por volta das 7h da manhã deste sábado, de acordo com a Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon)

Mulher aponta pra o Maciço de Baturité
Legenda: Lucielma Rodrigues, 32, moradora da região, aponta para local em que acredita ter partido o som. “Um estrondo muito grande”
Foto: José Leomar

Manoel Paulino da Cruz estava a 4 Km da região atingida pelo asteroide e conta como o abalo foi sentido por ele e a família. “Minha filha estava fazendo curativo em mim na hora. Quando deu o estrondo, até o alicate caiu da mão dela”, ressalta, impressionado.

 

A população buscou informações sobre o causador do barulho. “Ficou todo mundo preocupado para saber de onde tinha vindo. Ninguém viu nada cair, nem poeira ou explosão. Depois, vieram dizer que a mesma coisa aconteceu em outras cidades”, relembra.

Preocupação

 

Legenda: Satélite Geo Estacionário Meteorológico registrou o fenômeno
Foto: Bramon

 

Morador de Guaramiranga, nas proximidades da Ladeira da Pendanga, Erones Gelson estava na estrada quando escutou o estrondo. A primeira reação, diz, foi parar o caminhão que dirigia  para saber se era falha mecânica. “Um grande estrondo. Pensei que era um pneu que tinha estourado. Durou cerca de dois e três minutos e deixou todo mundo assustado”, relembra Erones.

O fenômeno, até então inédito para as famílias que residem na região, de acordo com Erones, deixou todos sem reação. “A gente não conseguiu nem se mobilizar para um canto porque não sabíamos o que estava acontecendo”, conclui.

Também moradora da localidade Lucielma Rodrigues, 32, aguarda receber mais detalhes sobre o barulho. “Um estrondo muito grande. Me assustei. Pensamos que era um carro que tinha explodido. A gente ainda tá muito curioso para saber o que houve. Fiquei muito assustada”, completa a residente.

Fenômeno 

De acordo com relato do astrônomo Lauriston Trindade, um dos membros da Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon), o objeto foi avistado ao sul de Fortaleza, próximo da região do Maciço, e teria se deslocado no sentido noroeste.

“Houve uma forte explosão por volta das 6h50 da manhã, quando vários moradores da região escutaram essa explosão. Acreditamos que seja um pequeno asteroide que entrou na atmosfera da Terra sobre o Maciço de Baturité. Nós da Bramon estamos levantando mais dados, temos algumas imagens de satélite, que registram a extensão deste fenômeno. Estamos tentando coletar mais relatos e vídeos para tentar determinar a trajetória”, afirmou o pesquisador.

Para o astrônomo, o tamanho e o impacto do objeto confirmam que se trata de um asteroide.

“A partir de um metro de diâmetro já é considerado oficialmente um asteroide. A gente vai tentar calcular a massa dele porque existem estações de infrassom pelo mundo que podem ter registrado também esse som. Foi um pequeno asteroide, a gente tem convicção pela magnitude, pelo poder que ele teve, de que se trata de um objeto relativamente grandinho”, avaliou Trindade.

Satélite meteorológico capta asteroide

O professor e astrônomo Romário Fernandes afirmou para o Sistema Verdes Mares que um satélite geoestacionário meteorológico registrou o fenômeno.

“Há um satélite que está a centenas de quilômetros acima da Terra e ele é um satélite geoestacionário meteorológico de monitoramento climático. Ele fica orbitando a Terra regularmente para outros fins. E ele capturou esse registro. Esse azul (ver foto) é um indicativo do fenômeno luminoso, a explosão que aconteceu por volta das 6h50 na região” explica.

 

Do Diário do Nordeste

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael
TekyNik