Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Depois de anos em silêncio, donos de áreas na lagoa do Sambico em Timon se apresentam e reivindicam imóveis na área

 

Empresário João Claudino (esquerda) e o ex-vereador de Teresina Chico Wilson- são dois dos proprietários de terreno na área da lagoa do Sambico.

Acreditem : A Lagoa do Sambico em Timon tem dono.A revelação veio pouco tempo atrás após a instalação do shopping Cocais nas imediações da lagoa. Os imóveis na área da lagoa ficaram sem serem reivindicados por parte dos  proprietários.

Surpreendentemente desde o final do ano passado, personalidades conhecidas do meio social e político de Timon e Teresina se apresentaram junto a prefeitura e o ministério público reivindicando seus imóveis na área da lagoa. Entre os nomes conhecidos estão o empresário João Claudino Fernandes, o ex-vereador de Teresina, Chico Wilson e a empresária timonense Mariazinha.

A situação pegou todo mundo de surpresa, pois os proprietários apresentaram as documentações dos imóveis. E até onde o eliaslacerda.com ficou sabendo, a documentação é toda legalizada.

Alguns dos lotes reivindicados estão instalados dentro da lagoa, portanto estão cobertos por água e os outros no entorno da mesma, mas dentro da área que seria construído o Parque Ambiental.

É opinião unânime entre ambientalistas e membros do setor público da cidade, que os proprietários somente agora reivindicaram os imóveis após a construção do shopping, por saberem que a área ganhou valor com o empreendimento.o

Diante da nova situação, a construtora do Shopping Cocais, que se comprometeu num Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o ministério público e a prefeitura a construir um Parque Ambiental no local da lagoa do Sambico, agora mais poderá fazê-lo, pois a área é particular. A única saída é a desapropriação dos imóveis a ser feita pela prefeitura municipal de Timon.

Resumindo, vai sobrar pra o poder público municipal o problema, ou seja, para o timonense, através  da prefeitura, pagar a conta. Lamentável…

9 cometários

DENIS SERVIO
Comentou em 27/06/17

Tem que desapropriar.

Silva Rocha
Comentou em 27/06/17

Tem que apurar é como essas “PERSONALIDADES” conseguiram legalizar a posse desses terrenos, procurar saber se os documentos apresentados são reais e legais.

Manoel
Comentou em 27/06/17

Acho estranho, vamos investigar, nesse angu tem caroço. Vê quando foram adquiridos esses imóveis, de quem é em que circunstâncias.

FERRAZ
Comentou em 27/06/17

Palhaçada. Quantos animais foram mortos, um parque ambiental seria o mínimo que poderiam fazer.

Caio
Comentou em 27/06/17

Ate onde eu sei uma grande parte e da Mariazinha…

Chaguinha Silva
Comentou em 27/06/17

Um verdadeiro absurdo! Tem que ser bem investigado algumas questões, por exemplo: de quem comprou, quando comprou, quem emitiu e a autenticidade do documento, etc, etc.

Ex Vereador Paraíba
Comentou em 27/06/17

Primeiro ponto a ser investigado, é saber se a imobiliária que vendeu esses lotes para essas pessoas que se dizem dono, se ela cumpriu a lei do código de postura da cidade, ou seja, 35% de área destinada ao município. Se o código de postura da cidade foi cumprido, cadê essas áreas?

joao rodrigues
Comentou em 28/06/17

Infelizmente em Timon tudo pode acontecer, só precisa de influencia. Onde anda o meio ambiente?

Jose Mario Soares de Sousa
Comentou em 23/03/20

A construção do Parque Ambiental deveria ser priorizada neste caso, pois alí é o hábit natural de várias animais silvestres entre os quais, capivaras e outras espécies da fauna, até então protegidas pela legislação ambiental. O estranho nisso é a reenvidicacação de posse somente depois da construção do Shopping Cocais.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael