Espólio de 150 milhões deixado por Chico Anysio vira disputa de herdeiros na justiça

A Justiça do Rio de Janeiro declarou nulo o testamento deixado pelo humorista Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho, conhecido como Chico Anysio, que morreu em março de 2012 em decorrência de uma infecção pulmonar. A informação é dos advogados de sua mulher, Malga di Paula.

Segundo Adailton Rodrigues, um dos representantes de Malga, a decisão da 2ª Vara da Família da Barra da Tijuca acontece por que o humorista teria destinado 100% de seu patrimônio, contrariando a determinação legal que destina 50% desses bens aos seus herdeiros. Ele deixou, além da mulher, oito filhos.

A decisão é de dezembro do ano passado, mas os advogados da mulher do humorista recorreram, pedindo esclarecimentos sobre alguns ponto. O recurso, no entanto, foi negado. Ainda de acordo com o advogado, ele ainda pode recorrer ao Tribunal de Justiça do Rio, o que deve fazer até a próxima semana.

“Apresentamos recurso de embargos de declaração para que o juiz esclarecesse alguns pontos da decisão, principalmente no que se refere ao imóvel do edifício Golden Royal, sobre o qual nossa Cliente busca o reconhecimento de sua propriedade exclusiva”, afirmou ele em nota.

Questionado sobre quais membros da família teriam sido deixados fora do testamento, Rodrigues afirmou que não pode dar detalhes, por que o caso corre em segredo de Justiça. Ele também não comentou qual seria o valor da herança deixada por Chico Anysio.

Segundo a coluna Léo Dias, do UOL, o artista deixou um patrimônio estimado em R$ 150 milhões, só que ele deixou de fora do testamento seu filho Lug de Paula, que ficou conhecido pelo personagem Seu Boneco, da Escolinha do Professor Raimundo.

 

Estadão Conteúdo

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik