Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Exonerado, superintendente chama prefeito do Rio, Marcelo Crivella, de ‘charlatão e preguiçoso’

Thiago Barcellos e Marcello Crivella
Thiago Barcellos e Marcello Crivella Foto: Agência O Globo

No mesmo dia em que foi exonerado do cargo de superintendente da Barra da Tijuca e do Recrio dos Bandeirantes, Thiago Barcellos insultou duramente o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, em uma mensagem enviada nesta quarta-feira ao grupo “Dirigentes 2017”, formado por gestores da prefeitura no WhatsApp.

– Além de competência lhe falta caráter para governar a cidade. Mas o Deus que você finge acreditar está vendo tudo isso. Sorte da população é que os técnicos que fazem essa cidade andar estão te aturando. Prefeito charlatão, mentiroso, preguiçoso e incompetente – escreveu o ex-funcionário exonerado em mensagem ao contato de Crivella.

Diálogo entre dirigentes da prefeitura
Diálogo entre dirigentes da prefeitura Foto: Reprodução

Conforme informou nesta quarta-feira Berenice Seara em sua coluna “Extra, Extra!”, no jornal EXTRA, a versão oficial diz que Barcellos pediu para ser exonerado. Mas, de acordo com a colunista, “segundo as péssimas línguas da prefeitura, o moço estava distribuindo autorizações e alvarás até para barraca de pastel”. Ainda segundo Seara, Crivella “não gostou nadica de nada de tanta generosidade”.

Após os insultos de Barcellos a Crivella, um terceiro membro do grupo no Whatsapp repreende o servidor exonerado em uma mensagem (“Esse grupo é de trabalho! Não cabe esse tipo de comentário calunioso, pejorativo, preconceituoso inverídico e cheio de rancor. Muito triste e desnecessário!”). Mas o ex-superintendente rebate, voltando-se para o autor da advertência.

– Vamos ver o que a cidade vai dizer da prefeitura e da secretaria de meio ambiente no futuro. É só esperar. Não se trata de relação pessoal e sim de gestão! Vc é um dos preguiçosos que atrapalham a cidade – escreveu Barcellos, que, em seguida, ao ser chamado de “Falastrão rancoroso” pelo interlocutor, dispara mais insultos. – Pergunta aos seus funcionários o que eles acham de vc. Vai trabalhar vagabundo! Andar um pouco para conhecer a cidade. Aproveita e leva o prefeito.

Em entrevista ao EXTRA, Thiago Barcellos, afirmou que pediu a exoneração do cargo na manhã de ontem após ter uma operação negada pelo prefeito. Ele não quis comentar qual era a ação. Segundo ele, os insultos ao prefeito foram feitos após ler a coluna da jornalista Berenice Seara.

— Eu faria uma operação durante essa semana que me pediram para não fazer, com certeza, por algum pedido interno ou decisão política. Essa foi a gota d’água. Minha insatisfação foi porque a nota diz que o Crivella não gostou das licenças, mas é pura mentira. Meu cargo nem me permitia expedir alvará. Eu não consegui nenhuma licença ou convenci alguém a trabalhar. A cidade do Rio está à mercê da politicagem — falou.

Em nota, a Prefeitura do Rio afirmou que não irá comentar os insultos de Thiago ao prefeito e negou que o ex-servidor tivesse qualquer operação em andamento.

“A Prefeitura esclarece que Thiago Barcellos foi exonerado por um decisão administrativa da Prefeitura, como consta na página 22 do Diário Oficial do Município de hoje. Vale ressaltar que superintendentes não têm competência para realizar operações de controle urbano. Essa é uma atribuição da Coordenadoria de Gestão do Espaço Urbano (CGEU), vinculada à Secretaria de Fazenda”.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael
TekyNik