Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Inaugurado em 1958, tradicional restaurante de Fortaleza fecha as portas devido a pandemia

O restaurante tradicional “Alfredo, o Rei da Peixada”, especializado em frutos do mar em Fortaleza, anunciou que agora está de portas fechadas. Em comunicado oficial divulgado pelo Instagram, a administração situou que o estabelecimento já vinha em crise antes do período da pandemia do novo coronavírus. Diante do isolamento social, o negócio fechou de vez.

O empreendimento foi aberto em 1958. E ficava localizado na orla da avenida Beira-Mar (Mucuripe). Segundo o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Ceará (Abrasel-CE), Rodolphe Trindade, o fechamento sinaliza como os fortalezenses pouco valorizam os lugares tradicionais da cidade.

“Aqui tudo é muito passageiro. Tem um pouco de falta de apreço às tradições. Em outros lugares, esses pontos tradicionais são mais queridos e frequentados”, alerta. Para Trindade, o fechamento do Alfredo trata-se de “uma grande perda’ pra Fortaleza e para o Ceará, mesmo se tratando de uma iniciativa privada.

“Conheço a família (proprietária do restaurante) há mais de 30 anos. O Ceará perde um patrimônio. Estamos perdendo um lugar da nossa cultura, um lugar onde podia se comer uma peixada – prato típico cearense. Era um fato raríssimo em nosso Estado, ter um restaurante aberto há 62 anos”, atesta.

Família

A reportagem do Diário do Nordeste procurou a última administração do negócio, por telefone e via redes sociais, mas não obteve sucesso até então. O empresário Alfredo Lousada de Sousa, pioneiro do empreendimento, faleceu em Dezembro de 2009 e a gerência do estabelecimento ficou a cargo de seus herdeiros.

Nascido no município de Acaraú (CE), ele viveu 86 anos e morreu por falência múltipla de órgãos, em consequência de uma pneumonia.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael