Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Piloto é resgatado após 36 dias perdido na floresta no estado do Pará

A aeronave desapareceu em 28 de janeiro; piloto andou por dias até encontrar grupo de coletores de castanha e conseguir contatar família

Legenda: O piloto Antônio Sena foi resgatado após passar 36 dias desaparecido em zone de mata no Pará
Foto: Marcelo Seabra/Ag. Pará/Divulgação

O avião decolou por volta de 12h de 28 de janeiro, do município de Alenquer, em direção a uma área de garimpo de Almeirim. O piloto Antônio Sena, de 36 anos, conhecido como ‘Toninho Sena’, era o único tripulante e levava mercadorias para o proprietário da aeronave.

A aeronave era para ter chegado ao destino horas depois e foi dada como desaparecida ainda no dia 28. O Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico Amazônico da Força Aérea Brasileira e o Serviço de Busca e Salvamento iniciaram as buscas no mesmo dia.

Em 2 de fevereiro, a Polícia Federal abriu inquérito para investigar o desaparecimento. Equipes do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e das polícias Civil e Militar também se envolveram na operação.

FAB suspendeu o trabalho de buscas em 7 de fevereiro, sem encontrar vestígios da aeronave, após percorrer 13 mil km² em 86 horas de voo. Dois grupos especializados em buscas, de outros estados, se voluntariaram e continuaram as buscas.

Resgate

Nesta sexta-feira (5), após mais de um mês de aflição, familiares do piloto receberam ligações informando que o piloto estava vivo. Antônio andou por dias em uma área de difícil acesso até chegar a um local  onde estavam os coletores de castanha.

O grupo de trabalhadores foi até uma área com sinal de rádio e contataram a comunidade onde moram, informando os telefones de familiares do piloto e pedindo que fizessem contato.

 

foto
Legenda: Aeronave decolou dia 28 de janeiro e foi dada como desaparecida no mesmo dia
Foto: Arquivo pessoal

A mãe de Antônio recebeu a notícia e contou a outros familiares, que duvidaram. O irmão dele, Thiago, ligou para o número que havia contatado a mãe e pediu que fizessem perguntas para confirmar a identidade. Após o piloto responder o nome do cachorro da família, os parentes tiveram a confirmação.

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB) deslocou um helicóptero para buscar o piloto. A equipe de resgate localizou o local após os coletores de castanha acenderem uma fogueira.

Familiares do piloto compartilharam um vídeo que mostra o sinal de fumaça e a aproximação da equipe de socorro.

Após horas de operação, Antônio chegou a Santarém. O piloto foi recepcionado com festa no aeroporto e, com muita emoção, encontrou amigos e familiares.

Ele foi levado para um hospital particular para receber atendimento médico. Antônio apresenta sinais de desidratação, fraqueza e tem ferimentos pelo corpo, após 36 dias perdido na floresta.

Do G1

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael