Tragédia ! Criança de dois meses é atacada e morta por cachorro em Teresina

Instituto Médico Legal de Teresina — Foto: Gilcilene Araújo/G1

Instituto Médico Legal de Teresina — Foto: Gilcilene Araújo/G1

Um bebê de dois meses morreu na manhã desta segunda-feira (31) vítima de um ataque de cachorro, na vila Irmã Dulce, Zona Sul de Teresina. A criança foi atendida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com o Samu, a criança foi ferida na cabeça pela mordida do cachorro. A criança, que seria uma menina, estava no quarto de casa quando foi atacada pelo cachorro da família, um cão da raça pastor alemão.

O relato é de que a menina estaria dormindo na cama de um quarto da casa quando foi atacada. O pai e a mãe da menina tinham saído de casa e a criança estava sob os cuidados da avó. Relatos de pessoas próximas são de que o casal passou por tratamento para ter filhos.

Polícia investiga caso de bebê morto por cão da família

Abalados, os familiares não quiseram falar sobre a morte da criança. O caso será investigado pelo delegado Daniel Pires, do 23º Distrito Policial, que deve ouvir os pais e a avó que estava com a menina no momento do ataque. Ele acredita que o caso não pode ser considerado como abandono de incapaz.

“A falta de cuidado distingue do acidente, porque é a partir de condutas reiteradas. A criança era bem cuidada, não tinha marcas de lesão, ao não ser os ferimentos provocados pelo animal. Conversei com o pai, ele está bastante abalado, em estado de choque. Ele confessou que foi um acidente, questão de poucos segundos, apenas no momento em que deixou a filha com aos cuidados da avó para fazer compras e tirar o dinheiro no banco. Antes mesmo retornar para casa, ele recebeu a ligação da sogra contando do acidente”, disse o delegado.

 

Para a liberação do corpo, o delegado solicitou uma tomografia na criança para verificar possíveis lesões anteriores ao ataque do animal. No entanto, o tomógrafo do Instituto Médico Legal (IML) não está funcionando e o exame foi realizado no IML de Caxias, no Maranhão.

A Secretaria de Segurança do Piauí foi procurada para comentar sobre o aparelho quebrado, mas não enviou nota sobre o caso.

Do G1 Piauí

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik