Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Acusado de propagar fake news para beneficiar Bolsonaro, blogueiro agora se vira contra ministra Damares

Sandra Terena, mulher do blogueiro Oswaldo Estáquio (beijando Damares) e a ministra, nos bons tempos. Relação rompida após blogueiro ser alvo de inquérito no STF

Oswaldo Eustáquio diz que seu objetivo é constranger a ministra e que já caluniou adversários a pedido de Damares.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, está ameaçada de perder o cargo na Esplanada dos Ministérios , se depender o pastor Silas Malafaia.

O motivo para a exoneração seria o romance da ministra com um homem casado, conforme ela própria admite, e que diz ter sido enganada, no início do relacionamento, sobre o estado civil do  namorado.

A história veio à tona após um outro suposto caso de traição, dessa vez envolvendo o blogueiro Oswaldo Eustáquio, que responde inquérito na Justiça por espalhar fake news.

O blogueiro teria ficado contrariado pelo fato de ser colocado de lado no staff da ministra – que ele admite plantar notícias falsas em seu blog a pedido de Damares – e, ainda, ter amargado o fato de a mulher ter perdido um cargo comissionado no ministério.

Até ser preso em julho de 2020, Oswaldo Eustáquio era integrante do núcleo duro de informação bolsonarista nas redes sociais, onde defendia o presidente e atacava seus rivais políticos. No seu Twitter, que tinha mais de 100 mil seguidores, e no Facebook, onde contava com mais de 300 mil seguidores, ele disparava textos de procedência duvidosa, que também tinham espaço no site “Paraná Agora”.

Em um dos casos mais notórios, ele acusou o jornalista Glenn Greenwald, do site “The Intercept Brasil”, de inventar que a mãe tinha câncer. Ela morreu da doença pouco tempo depois da publicação do texto, e Oswaldo Eustáquio foi condenado a indenizer Greenwald em R$ 15 mil.

Outro alvo do blogueiro, o ativista Guilherme Boulos também recebeu uma indenização de R$ 15 mil, após Oswaldo Eustáquio divulgar um vídeo com informações falsas. acusando Boulos de usar empresas fantasmas na campanha à Prefeitura de São Paulo, em 2020.

Ele foi detido no âmbito da Operação Lume, que apura atos antidemocráticos que defendiam o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF).

Marco Feliciano

Uma das vítimas de Oswaldo Eustáquio – que diz ter perdido o prestígio junto a Damares depois de ser alvo de inquérito judicial e prisão domiciliar –,  foi o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC/SP).

O jornalista admitiu ter noticiado, em seu blog, uma noticia falsa contra Feliciano, que o teria prejudicado a assumir o ministério hoje ocupado por Damares.

Oswaldo Eustáquio diz que já caluniou adversários a pedido dela e que, agora, tenta também constrangê-la com inconfidências íntimas junto aos evangélicos.

De O Estado de Minas Gerais

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael