Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Desfecho da eleição para presidência da Câmara pode acontecer só em dezembro

Com a decisão do juiz dos Feitos da Fazenda Pública negando aos apoiadores da candidatura de Helber Guimarães que a eleição para presidência da Câmara aconteça logo antes do final deste mês, o desfecho desse caso pode ser adiado só para dezembro deste ano,, pois era no final de cada ano que acontecia as eleições antes de inventarem as emendas que a antecipou.

Entre muitos que conhecem os trâmites na Câmara argumentam que a antecipação do pleito para dia 11 de abril já teve sua emenda revogada pela atual emenda que antecipou mais ainda a eleição para sexta-feira última, dia 23.

Como não aconteceu a eleição por um recurso do vereador José Carlos Assunção, a eleição foi adiada e agora depende de um parecer da Comissão de Constituição e Justiça, onde o presidente é o vereador Juarez Morais, até o momento também pré-candidato a presidente e que tem ainda como integrantes os vereadores Chagas Cigarreiro e Ivan do Saborear.

Esta comissão tem dez dias para emitir parecer sobre o recurso. Juarez foi notificado nesta terça (27) e é muito pouco provável que a comissão emita parecer pela eleição até amanhã, dia 28 de fevereiro, prazo final para que a emenda que antecipa eleição possa ter validade. Passando desta data, a emenda perdeu o objeto e expirou.

Agora só mesmo uma nova emenda parlamentar para definir e colocar para ainda este semestre a eleição. O problema é que emenda parlamentar precisa de dois terço da casa, ou seja, 14 votos para ser aprovada e nenhum dos dois grupos que disputam as eleições para a presidência da Câmara conta com esse número para conseguir aprovar.

É isso. Aguardemos novos acontecimentos…

 

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael