Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Fiscalização já flagrou 8 pessoas em Timon nos últimos dias descartando lixo em local inapropriado

As multas podem variar de 50 reais a 50 mil reais

O descarte irregular de lixo em geral vem provocando uma preocupação maior para a Superintendência Municipal de Limpeza Urbana(SLU).  A fiscalização diária faz parte da rotina de trabalho e ocorre tanto nas avenidas da cidade, como também nas ruas dos bairros.

Durante o trabalho, os fiscais realizam desde uma autuação até mesmo a apreensão do veículo que for flagrado praticando o crime de descarte irregular de lixo, em local proibido. Até o momento 8 veículos já foram flagrados descartando lixo de forma aleatória pela cidade. Só esse ano, entre os meses de março e abril, a SLU já realizou 76 notificações de descarte de lixo em local proibido e já conduziu 17 flagrantes.

Já para os casos de reincidência é importante lembrar que a aplicação da multa é direta. Não há mais a notificação e os valores podem variar de R$ 50,00 a R$50 mil. Ao todo, já foram concluídos 6 processos com pagamento confirmado de multa, com valor superior a 1(um) salário mínimo.

Segundo o superintendente de Limpeza Pública, Carlos Zangirolami, a população pode e deve denunciar os infratores. Para isso basta fazer contato através do telefone (99)3212-2812 ou ainda comparecer a SLU, que fica na rua 16 com rua 50, no bairro Parque Piauí. O denunciante não precisa se identificar. O mais importante mesmo é ajudar nos cuidados com a limpeza e organização urbana de Timon.

Da assessoria

5 cometários

Freitas
Comentou em 15/05/20

o “Engraçado” é que a prefeitura disponibiliza caminhões para recolher galhos, entulhos, descartados nas ruas. Se a prática é errada ( e realmente é) por que a prefeitura tem caminhões para recolher este resíduos?. Fica a reflexão!.

Rômulo Rocha
Comentou em 15/05/20

As pessoas devem ter mais educação no tocante ao lixo doméstico e, de outros tipos. Na realidade só o serviço de limpeza municipal não é sufiente; a população também deve contribuir colocando o lixo nos locais adequados e, que facilite o serviço público de limpeza . Nos países desenvolvidos há notivações e multas só em cuspir nos locadouros públicos , por analogia com relação so Brasil, esses países as penas são mais severas.

Romario
Comentou em 15/05/20

Devia colocar conteiner a favor da populaçao nos baìrros,cois que nao tem.

Sebastião Rodrigues de Araújo
Comentou em 15/05/20

Falta de consciência ecológica, falta de educação ambienta e multas brandas, além da inexistência da aplicação das leis ambientais

Antonio Neto
Comentou em 15/05/20

Se a prefeitura contribuisse, isso não acontecia, nós estamos vendo aí q o nosso prefeito não está fazendo nada em relação ao covid, q é mais importante; quem dirá com lixo, ele gosta é de dinheiro

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael
TekyNik