Hotel Parnaíba
Destaques

Juíza exclui seu perfil do Facebook para não mostrar suas ligações com o grupo Sarney




A juíza Anelise Reginato, que determinou a inelegibilidade do governador Flávio Dino, apagou há pouco sua conta no Facebook após o Blog ter publicado o print de uma publicação em que a magistrada em 2012 estava no sistema Mirante de Comunicação e disse que estava em casa na TV de Sarney.

No dia 7 de setembro de 2012, a juíza fez check in na rede social após passagem na TV. “Nada como se sentir em casa, bem à vontade, sem chinelo… ah…”, diz a juíza na postagem(veja no print abaixo).

Anelise Reginato é casada com Márcio Fontenele, filho do radialista Herbert Fontenele, falecido em 2015, e ex-funcionário por muitos anos do Sistema Mirante.

A análise pode até está errada, mas o que todos os governistas comentam é que por trás da decisão pode ter havido influências do grupo Sarney. E avaliam que se juíza de Coroatá é casada com o filho do ex-funcionário da Mirante, sistema de comunicação de propriedade da família Sarney, que tenta eleger Roseana Sarney, ex-governadora que tinha como principal secretário Ricardo Murad, casado com a ex-prefeita de Coroatá Teresa Murad, que perdeu as eleições em 2016 e moveu ação contra Flávio Dino que foi acolhida pela magistrada, então está claro que que os Sarney/Murad estão por trás da decisão que tornou o governador inelegível, muito embora sem efeito pois precisa ainda passar pela aprovação do Tribunal Regional Eleitoral.

A decisão gerou uma série de especulações. Para especialistas em Direito Eleitoral, a decisão é improcedente, uma vez que a Lei da Ficha Limpa define que só serão considerados inelegíveis políticos condenados em órgão judicial colegiado, e a decisão de Anelise foi proferida em primeira instância.

Todos vem na sentença um velho joguete político adotado pelo clã Sarney: o tapetão.

Governador e sua posição em entrevista

Ainda na noite de ontem (8) o governador Flávio Dino concedeu entrevista sobre a decisão da juíza de Coroatá. O chefe do executivo maranhense chamou o acontecimento de factoide, mas que não trará nenhum prejuízo para o registro de sua candidatura e nem a sua campanha.

Veja a entrevista no vídeo abaixo:

(Com parte das informações do blog do Clodoaldo Correa)

Você pode ler também!

  • carlos Filho disse:

    O Brasileiro é engraçado, passa a vida toda fazendo campanha contra corrupção, quando vem a justiça e pune um corrupto, dizem que é politicagem, que a culpa é da oposição. Quem desviou foi ele, quem comprou voto foi ele, nao foi a oposição nao.
    Abrem os olhos, parem de querer culpa um ou outro, a culpa é de quem ta no poder.

  • Carlos Eduardo disse:

    Mais uma vez a sórdida família que perdeu o comando do estado, mostra-se inconformada com a quase certa derrota que se avizinha nas eleições de outubro. O reinado desta DINASTIA não existe mais, o povo já está minimamente esclarecido quanto aos desmandos quase seculares desta gente. Tentam contra Dino o que fizeram com Jackson Lago em 2009: cassando seu mandato com uma justificativa que anos depois ( com Jackson já falecido) mostrou-s improcedente.
    A sanha pelo poder está deixando essa gente maluca.
    Eles sabem que a única maneira de vencer Flávio Dino é no tapetão, pois, nas urnas o povo vem demonstrando quem quer.
    É Flávio Dinovo!!
    O MARANHÃO É DE TODOS NÓS!!

  • ADRIANO WAQUIM disse:

    cunversa rapaz|! agora a culpada é a juíza?

  • DENIS SERVIO disse:

    Pintou o desespero do lado de lá!!!

Deixe um comentário



Barro Forte