Política já deu dois “tombos” no filho do presidente da Câmara de Caxias em menos de cinco meses

José Reinaldo Tavares com Catulé : mais uma vez a política foi cruel com Catulezinho.

A atividade política,  onde seu pai é mestre, não parece ter simpatia pelo empresário Catulé Júnior, o  filho do atual presidente da Câmara Municipal de Caxias, vereador Catulé. A política em menos de cinco meses já lhe deu dois desagradáveis “tombos”.

A primeira situação desagradável vivida neste ano por Catulé Júnior foi quando o prefeito de Caxias, Fabio Gentil, seu aliado, resolveu desapeá-lo da pré-candidatura de deputado estadual para colocar o próprio pai, ex-deputado Zé Gentil. Catulezinho vinha há meses na estrada trabalhando com vistas a ser o candidato do grupo do prefeito. A situação aconteceu em abril último e para não criar rachas no governo, Catulé Jr. aceitou a mudança e declarou apoio a Zé Gentil.

Para compensar o aliado, Fabio Gentil conseguiu emplacar Catulé Jr logo em seguida para ser o primeiro suplente de senador do deputado federal e pré-candidato ao senado, José Reinaldo Tavares. Em troca o prefeito  apoiaria Tavares em Caxias.

A suplência estava certa e tudo parecia calmo até o último final de semana, quando Catulezinho levou outro ‘tombo”. Pressionado por membros do PSDB que exigiram suplentes alinhados ao partido e as oposições, José Reinaldo foi obrigado a retirar o nome de Catulezinho que não ficou nem na segunda suplência.

As últimas horas tem sido de muita decepção para o filho do presidente da Câmara Municipal de Caxias. Entretanto, mesmo com as situações, Catulezinho não tem criado problema. Aparentando ser boa gente, disse que está decepcionado, porém não pretende deixar de apoiar a pré-candidatura de José Reinaldo.

Assim sendo, o prefeito de Caxias, Fabio Gentil, volta a ter um débito com o aliado boa gente…

 

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik