Destaques

Saiba onde tem se refugiado Ciro Gomes nesses dias após o 1º turno das eleições

Duas semanas depois do primeiro turno da corrida presidencial, Ciro Gomes segue quieto e sumido. Não foi para Paris, como fez em 2018, mas também não ficou recluso em seu apartamento em Fortaleza, como vinham dizendo várias pessoas próximas a ele.

À coluna, um aliado próximo do pedetista confidenciou que, passadas as eleições, ele viajou com a família para uma casa de praia afastada do burburinho, no litoral do Ceará, para passar alguns dias.

No prédio onde mora, na Praia de Iracema, em Fortaleza, o ex-presidenciável já não é visto há algum tempo. Ciro também desapareceu das redes sociais. Sua última postagem foi no dia 12 de outubro, no feriado de Nossa Senhora Aparecida. Antes, publicou apenas o vídeo no qual disse que acompanharia o PDT no apoio à candidatura de Lula, sem citar o nome do petista. Giselle Bezerra, mulher dele, também anda sumida das plataformas digitais. No Instagram, ela não tem publicado desde 2 de outubro.

Ter sido ultrapassado na corrida eleitoral pela senadora Simone Tebet, ficando em quarto colocado, com apenas 3% dos votos válidos, incomodou Ciro. Entretanto, aliados afirma que a sua maior chateação foi a derrota no Ceará, algo que não havia ocorrido nos outros anos em que disputou a Presidência da República.

Em um encontro com integrantes do PDT após o primeiro turno, Ciro comentou que um político precisa ter base eleitoral. Em 1998, 2002 e 2018, quando também disputou a cadeira presidencial, ele perdeu nacionalmente, mas ganhou em seu estado-natal, à diferença do que ocorreu desta vez.

A pessoas próximas, logo após sair o resultado das urnas, Ciro atribuiu a derrota no Ceará ao racha em sua tradicional aliança no estado – ele chegou a romper com os irmãos Cid Gomes e Ivo Gomes. Contra sua vontade, vários aliados preferiram o candidato vitorioso ao governo, Elmano de Freitas, do PT, a Roberto Cláudio, do PDT.

Com as poucas pessoas com quem conversa, Ciro não tem falado sobre política. Por telefone, fala sobre assuntos triviais, e diz que está bem. Os amigos também evitam forçar, e dizem esperar que a “ferida” da derrota comece a cicatrizar. No PDT, há um movimento para que ele faça acenos mais claros de apoio a Lula daqui até 30 de outubro, data do segundo turno das eleições.

 

Do Metrópoles

4 Comentários

    1. Ele está com vergonha dele mesmo, se mostrou um verdadeiro fracassado eleitoralmente e tudo em decorrência da sua personalidade antipovo, Ciro não gosta de gente.

  1. Gente ruim. Prefere entregar o país a Bolsonaro que a Lula. Falso. Nunca vai ser Presidente do Brasil.. Não tem amor a pátria nem ao povo brasileiro. Já é costume dele se esconder. Mas o Lula vai ganhar sem apoio dele.

    1. AH NÃO VAI NÃO! ELE NÃO É MENINO, NÃO VAI EMBARCA JUNTO COM MAIOR CORRUPTO QUE O BRASIL JÁ TEVE E QUE QUER VOLTAR A DEFINIR O DESTINO DA ECONOMIA DO BRASIL E QUE DE ECONOMIA ELES SÃO BONS, MAS EM PRÓPRIO BENEFÍCIO, NOS DEU MIGALHAS E REPARTIRAM ENTRE SI UMA FORTUNA BILIONÁRIA, UMA QUADRILHA QUE FOI TODA PRESA. TODO MOVIMENTO DA TRUPE MESMO QUANDO PARECEU BOM TEVE UM ÚNICO INTUITO USURPAR A COISA PÚBLICA. TRISTE VER COMO FOMOS ENGANADOS. E O CIRO GOMES RECONHECE TODA ESSA MAQUINARIA PTISTA DO CAOS. ELES NÃO TEM AMOR AO BRASIL E AO POVO, NÃO GOSTAM DE TRABALHAR, MAS SIM DO DINHEIRO DO PAÍS.

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade