Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Secretário de segurança do Piauí se diz revoltado com soltura de presos acusados de tráfico de drogas

Áudio divulgado nas redes sociais viralizou e é atribuído a Fábio Abreu, secretário estadual de Segurança Pública

Secretário estadual de Segurança Pública, Fábio Abreu

Secretário estadual de Segurança Pública, Fábio AbreuFoto: Divulgação/SSP

O secretário de Segurança Pública do Piauí, Fábio Abreu, considerou como ‘decisão desastrosa e revoltante’ o habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) que colocou em liberdade três dos setes acusados de tráfico internacional presos com mais de uma tonelada de cocaína e duas aeronaves no estado.

Em áudio vazado na internet e atribuído a Fábio Abreu, o secretário desabafa com um policial identificado apenas como Gustavo, que teria participado da operação policial que interceptou a rota do tráfico internacional e apreendeu o entorpecente que seria enviado à Europa.

Gustavo, eu entendo perfeitamente essa revolta de vocês que participaram dessa operação, acompanhei e sou capaz de dizer que a permanência de vocês na campana, nesses matos, nesses sítios, comendo quando dava e quando a gente mandava deixar comida era como se os prisioneiros fossem vocês, na verdade é o que tá mostrando isso, porque [vocês] passaram quase 30 dias privados de qualquer tipo de contato e com menos disso estamos vendo essa decisão desastrosa, um absurdo, tapa na cara, principalmente de vocês que trabalharam insistentemente com relação a essa operação.

Pode transmitir aí para os nossos policiais a nossa indignação, espero que seja visto, não se justifica que em poucos dias após uma prisão tão grande nós termos a infelicidade de acompanhar a soltura de todos, uns com mandado de prisão, inclusive, e um plantão judicial, que pela própria norma, só se julga no plantão algo que seja relacionado ao dia em que aconteceu, estamos aí a mais de 15 dias ou mais com esse pessoal preso.

Pra quê um habeas corpus numa data dessas que sequer o inquérito foi concluído, é revoltante…

Mas eu continuo acreditando na Justiça, que a gente vai evoluir, precisamos, pois não se tivermos ações mais efetivas nossos policiais vão ficar muito desmotivados, é muito difícil para nós enquanto Gestor e Comandante estar motivando numa situação dessas em que um tonelada de droga, equipamentos que comprovam as presenças deles [presos], as filmagens que vão ser encaminhadas à Justiça e em menos de 30 dias você ver todos eles soltos.

Vou apelar pro Judiciário para que pelo menos as aeronaves sejam disponibilizadas para o estado e para a sociedade.

O documento do TJ-PI, assinado pelo desembargador plantonista José Ribamar Oliveira, colocou em liberdade os pilotos André Luís de Oliveira Cajé Ferreira, Vagner Farabote Leite e ainda Alexandro Vilela de Oliveira.

Do portal piauíhoje

2 cometários

José Ribamar araujo
Comentou em 29/12/19

Qual foi a alegação colocada no habeas corpus, pelo juiz plantonista.

Francisco Moura
Comentou em 31/12/19

Deve ter sido…SAO PESSOAS DO BEM, não fazem mal a ninguém… expeça o alvará de soltura.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael