Logo Elias Lacerda
                           Clínica São Rafael

Timonenses embarcam no sonho de conquistar a vaga do Mundial de Handebol

semj4

Daniel Santos e Gabriel da Silva integram a delegação de 12 atletas de Timon (MA), alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Delfino, que seguiu na manhã desta sexta-feira (4) para Brasília (DF) levando na bagagem um sonho, o de ser campeões da seletiva que dará a vaga para o Campeonato Mundial Escolar de Handebol, em junho de 2020, na Sérvia. Daniel teve o privilégio de conquistar a vaga do Mundial em 2017, pelo GHC, mas ficou fora devido uma lesão e agora revive o antigo sonho. Gabriel, que tem a sua primeira experiência em uma competição nacional, mantém viva a esperança de conquistar o título e a vaga. Apesar de um ser experiente e o outro estreante, ambos têm em comum a pretensão de usar essa seletiva como vitrine para mostrar o potencial e fazer do esporte um meio de mudar de vida.

semej

Mesmo sabendo que terão pela frente 27 equipes do país em busca do mesmo objetivo de se classificarem para o Mundial, os timonenses, que contam com o incentivo da Secretaria de Esportes, Juventude e Lazer (SEMEJ), que representarão Timon e o Estado do Maranhão nessa disputa, estão otimistas e confiantes na conquista de um bom resultado.

semj 2

“Treinamos bastante para lutar por essa vaga. Em 2017 consegui ser campeão da seletiva, mas não pude ir para o Mundial. Essa será nova chance e vamos fazer tudo para vencer. Ainda levo comigo o sonho de ser visto e quem sabe, no futuro, dá uma melhor vida a minha mãe que é doméstica e muito apoia a minha dedicação ao esporte que é tudo para mim”, conta Daniel.

dani

Da mesma forma pensa o jovem Gabriel da Silva. Oriundo de família carente, ele busca a vaga do Mundial já pensado na possibilidade de conquistar também a Bolsa-Atleta, a qual possibilitará ajuda financeira aos pais. “Eu não tenho como expressar a minha felicidade em fazer parte desse time que vai representar Timon e o Maranhão. Eu sonho com essa vaga no Mundial porque sei que é uma oportunidade que só o esporte me dá de ser um atleta e ajudar a minha família. Mas se não for possível ser um atleta profissional, eu levarei essa experiência para sempre. Eu nunca viajei de avião, jamais pensei que pudesse ir a Brasília e estou indo. Agradeço o apoio que recebemos da secretaria de esportes de Timon por isso”.

Daniel, assim como os demais atletas que compõem a delegação de Timon na seletiva para o Mundial em Brasília, tem o apoio da SEMEJ. “Sem esse apoio seria impossível manter o elenco que temos hoje no handebol escolar. São bons atletas, mas para que possamos acompanhar o ritmo dos outros clubes dos grandes centros, é necessário um acompanhamento e um apoio maior. E isso temos recebido, por meio da secretaria de esportes de Timon”, conta o técnico Isael Silva, responsável pela revelação de dezenas de atletas timonenses.

sm

Lucélio Mendes, secretário da SEMEJ, disse que a evolução do handebol timonense era esperada, tendo em vista o apoio dado e à dedicação do técnico Isael Silva de chegar a grandes disputas no handebol escolar do país. “Trabalhar categoria de base, seja em qual for o esporte é fundamental e isso vem sendo feito em Timon. No caso do handebol, com a atenção dada aos estudantes/atletas pela secretaria de esporte e ao técnico Isael Silva que tem um potencial incrível na revelação de talentos, conseguimos inserir a equipe, que também é formada por alunos do nosso social projeto Atletas de Futuro, no cenário nacional”, comenta Lucélio.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael