Informes rápidos do eliaslacerda.com

Brandão mantém fazendo sua parte

Acima o governador em exercício Carlos Brandão durante visita as obras na BR 226- cobrança pela celeridade nas obras.

Se tem um político no Maranhão que lutou e continua lutando pelo tão sonhado asfaltamento da BR 226 este se chama Carlos Brandão, vice-governador e atual governador em exercício do estado em virtude da licença de férias tirada por Flávio Dino.

Quando deputado federal Brandão foi incansável articulador nos bastidores do poder e no ministério dos transportes em Brasília para ver um essa rodovia que liga Timon a Presidente Dutra asfaltada.

No último sábado (06) Brandão, aproveitou uma brecha na agenda de governador e foi até o povoado Baú ver de perto a enrolação da empresa Hytec, ganhadora da licitação para asfaltamento da estrada, mas que continua com os serviços sem avançar. No local, acompanhado de diversas outras autoridades, inclusive do representante do DNIT e da empresa, Brandão cobrou celeridade nos serviços da obra, que incrivelmente e irresponsavelmente a empresa só fez um quilômetro de asfalto em mais de seis meses de iniciados os serviços.

A Hytec, empresa do filho do senador do Maranhão Edison Lobão, que aliás buscará a reeleição neste ano, segura-se nos prazos estabelecidos para não fazer nada até agora. Tão logo os eles forem vencidos e a empresa não os cumpridos, o diretor do DNIT prometeu tomar as medidas legais para acabar com essa esculhambação e falta de vergonha que virou a novela do asfaltamento dessa rodovia.

Quando a Carlos Brandão, ele continua fazendo sua parte dentro do possível pela legislatação.

 

Atitude de grandeza

Nos tempos de estiagem, quando o grupo Leitoa estava fora do poder e Socorro Waquim com Sétimo Waquim reinavam absolutos em Timon, o vereador Uilma Resende demonstrou fidelidade e não arredou o pé um milímetro com vistas a abandonar o grupo que lhe formou. Atualmente, presidindo a Câmara Municipal, Uilma Resende deu mais uma demonstração que é mesmo um homem de grupo: deixou a base do prefeito na Câmara e o próprio prefeito Luciano Leitoa que decidam sobre quem deverá ser o candidato à presidência da casa.

Mesmo tendo o seu nome como um dos mais cotados para a presidência da Câmara, Uilma tem declarado que apoiará aquele nome que a maioria decidir.

A posição do parlamentar arrancou elogios até mesmo do vereador Juarez Morais, nome que atualmente congrega maior número de apoios para suceder Uilma Rezende e até dias atrás os dois eram apontados como concorrentes diretos ao cargo.

 

A performance de Flávio Dino e o desespero do grupo Sarney

O governador Flávio Dino continua tirando o sono das principais lideranças do grupo Sarney no Maranhão. Não bastasse articular o bem-sucedido desembarque de várias lideranças que antes eram oposição ao seu governo e agora vão compor palanque pela sua reeleição, Flávio Dino mostrou na semana passada que seu governo não vai bem só na área política.

Para agonia do grupo Sarney, o conceituado e respeitado portal de notícias do Grupo Globo, o G1, o apontou como o melhor governador do Brasil, considerando o cumprimento de promessas de campanha e os avanços ano a ano durante a gestão.

Segundo a pesquisa divulgada no G1, Flávio Dino já cumpriu integralmente ou está cumprindo 92% dos compromissos assumidos durante a campanha eleitoral de 2014. É o maior percentual entre todos os 27 governadores avaliados.

O governador do Maranhão está bem acima da média nacional, de 60%, e deixa para trás estados como Rondônia (85%), Goiás (82%), Ceará (80%) e São Paulo (75%).

 

Melhor interpretação

Quem melhor interpretou esses momentos de desgosto passado pela oligarquia Sarney no Maranhão por conta da administração de Flávio Dino foi o jornalista Márcio Jerry, presidente estadual do PCdoB e secretário estadual de comunicação e articulação política.

Ele assim definiu sobre a pesquisa do Portal G1 que tanto incomodou Sarney: “Há uma decrepitude crônica no Sarney, uma obsessão patológica em voltar a ter o Maranhão sob seus caprichos e mando autoritário, arrogante e marcado pela pilhagem da riqueza de nosso povo. Perderá para o povo novamente!, sentenciou Márcio Jerry sobre as eleições vindouras deste ano de 2018.

 

Realidade de violência no Bairro Cidade Nova deve mudar

Considerado atualmente pelas autoridades de segurança pública como o bairro mais violento de Timon, o Cidade Nova vivencia diariamente problemas com tráfico de drogas, homicídios, roubos e furtos.

Mas, esta realidade deve mudar com a instalação da Companhia Militar que será implantada nas imediações do bairro. È certo que a sua presença deve afugentar a bandidagem, fazendo com que muitos criminosos deixem a região.

A instalação da companhia militar em Timon é resultado do trabalho do Deputado Rafael Leitoa e sua sede está prevista para funcionar no novo prédio do CAIC, no Bairro Parque Aliança.

No local também funcionará a Escola Militar Tiradentes, também outra conquista da cidade conseguida através do deputado.

 

Corporativismo na polícia militar do Piauí

Vejam só o que aconteceu na polícia militar do Piauí. Numa atitude que ninguém imaginaria alguma autoridade ter coragem de tomar nos tempos atuais, o comando da corporação publicou portaria no último dia 26 de dezembro do ano passado (Portaria nº 475) atribuindo a própria corporação a competência exclusiva para apurar crimes dolosos contra a vida praticados por militares.

O documento estabelece ainda que os investigadores da Polícia Civil só poderão ter acesso às provas e ao local do crime se autorizadas por autoridade militar.

Nem precisa dizer que a medida absurda teve como objetivo proteger os militares envolvidos na desastrosa ação que matou a menina de 9 anos de Timon, Emily, filha do cantor Evandro Costa, crime que chocou a todos na noite de Natal, portanto um dia antes da portaria ser publicada.

A OAB do Piauí pediu ao governador Wellington Dias que anule a portaria.

2 cometários

Soter
Comentou em 08/01/18

Caro Elias Lacerda faça uma leitura da LEI FEDERAL 13.491/17, ela alterou substancialmente a competência de Polícia Judiciária Militar, APURAÇÃO, difere de JULGAMENTO, constitucionalmente falando, os crimes dolosos contra a vida praticados por POLICIAIS MILITARES, continuarão a ser julgados pelo
TRIBUNAL DO JÚRI, que diga-se de passagem , não sofre qualquer interferência das Polícias Militares, portanto, a competência para a APURAÇÃO é da Polícia Militar, mediante a instauração e conclusão de Inquérito Policial Militar, que ao final, será enviado para o Ministério Público, a fim de subsidiar a denúncia.
Saliento ainda que a própria ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO deu parecer favorável à constitucionalidade da Lei Federal 13.491/17, quando foi chamada a se manifestar em razão de uma Ação Declaratória de Inconstitucionalidade, que ora tramita no STF.

DENIS SERVIO
Comentou em 09/01/18

Passei ontem na 226 ontem e só tem 2km asfaltada.

Deixe um comentário

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
TekyNik