DestaquesEducação

O falecimento do jornalista Severino Neto que poucos ficaram sabendo em Timon

Poucos ficaram sabendo em Timon sobre o falecimento do jornalista Severino Neto. O falecimento dele aconteceu na cidade de São Raimundo Nonato, no interior do Piauí, onde estava morando com a esposa Raquel Negreiros desde 2015.

Nascido em São Luís 72 anos atrás, Severino morou no Rio de Janeiro e depois veio a Timon onde viveu desde a década de 1980 até 2015. Funcionário da antiga companhia energética do Maranhão, Cemar, onde se aposentou, ele participou ativamente como jornalista da vida social e política timonense.

Foi o primeiro apresentador de programa eleitoral em Timon na campanha de um candidato, quando foi importante comunicador para a vitória do ex-prefeito Luís Pires em 1989 na eleição municipal.

Numa parceria das mais bem sucedidas na história do rádio timonense, Severino Neto junto com o jornalista Elias Lacerda fez o programa Bom Dia Timon em 2007, na extinta rádio Timon FM de propriedade do empresário Leal Filho. Severino comentava as notícias que Elias Lacerda apresentava.

Foi Dom Severino o primeiro comentarista de rádio local a alertar que a ex-prefeita Socorro Waquim, ao viajar para a Alemanha, estava abrindo vacância do cargo e João da Gráfica, o vice, poderia assumir, como de fato aconteceu.

Mas, as contribuições e participações de Dom Severino na sociedade timonense não param por aí. Mantendo a parceria com o mesmo Elias Lacerda, ele inaugurou um dos primeiros blogs da região na internet, quando em 2007 foram lançados simultaneamente os blogs do Elias Lacerda e o de Dom Severino, hospedados no Portal AZ.

A parceria entre os dois jornalistas combinando rádio e internet foi tão singular e atípico para a época que até motivou um trabalho acadêmico na Universidade Estadual do Piauí na graduação de uma das alunas do curso de comunicação.

E foi assim: Com esse legado de contribuições à sociedade timonense, que Severino Neto foi para um outro plano no último dia do ano passado, sábado, dia 31 de dezembro.

Com uma bronquite crônica que o acometeu por décadas, Severino Neto sofreu uma piora da doença nos últimos meses do ano passado. Com crises cada vez mais constantes de falta de ar, o jornalista não resistiu e veio a falecer na UTI de um hospital em São Raimundo Nonato, no interior do Piauí, cidade que também lhe deu muito carinho, pois lá apresentava um programa de rádio com muita audiência.

Dom Severino deixou a esposa Raquel Negreiros e a filha, a historiadora Tainá Negreiros, atualmente morando na Suíça.

O corpo dele foi cremado na última terça-feira, dia 3 janeiro, em Teresina.

As cinzas foram levadas para São Raimundo Nonato.

Fica com Deus, meu amigo Severino Neto…

(Com parte das informações de Raquel Negreiros, viúva de Severino Neto)

11 Comentários

  1. Que Tristeza Grande Camarada Elias Lacerda. SEVERINO NETO que Deus Conforte Seus Familiares e Amigos. Que o Senhor aconlha Sua Alma em Seus Braços!!!!!

  2. Escutei muito o programa de vocês dois; era sucesso demais em Timon… depois comecei a ler o blog de ambos… com certeza, Severino Neto deixou sua contribuição para Timon !

  3. Grande Severino Neto, que Deus o receba de braços abertos na luz! Meu amigo e parceiro nas noites da antiga Mirante FM de Timon. Meus sentimentos a toda família

  4. O DOM DE SEVERINO E SUA MARCA

    Ontem, fiquei triste, porque não pude assistir ao programa Altas Horas – um marco de alta magnitude, no princípio deste ano. Hoje, pude assisti pelo Globoplay. Até a alguns instantes, estava ainda extasiado pela rica homenagem ao gênio Milton Nascimento, porém, agora, com essa notícia da partida de Severino, caio em um abismo, embrulhado por um lençol de profunda tristeza.

    Severino Neto foi o maior radialista que até hoje já conheci, em meio a um conjunto de titãs que conheço. Mente brilhante para armazenar informações. Dava conta de assuntos os mais diversos e trazia consigo uma dor na alma contra as injustiças sociais. Em seus discursos era evidente sua revolta a um país de tantas desigualdades.
    Além da boa memória e do vasto conhecimento, era também um excelente comentarista sobre assuntos de caráter político. Destemido, denunciava e abominava cartéis, oligarquias, conchavos… Conheci-o por intermédio do jornalista Elias Lacerda e tive o privilégio de participar de alguns dos seus áureos momentos no programa Bom dia Timon na pioneira rádio comunitária, Timon FM. Descanse em paz, voz arauta da justiça e da liberdade.

  5. Conheci Severino Neto em 1990, à época, o acompanhei numa rádio aqui em Timon. Passei em um concurso para o Exército e fui embora de Timon em 1992, nunca mais o vi, hoje sou tenente do Exército, estou de férias aqui em Timon. Lendo notícias sobre Timon, para me atualizar, me deparei com esta triste notícia. Que Deus conforte a família e receba sua alma.

    1. Ouvi muito o programa madrugada amiga feito por ele Severino Neto e TMB trabalhei prestando serviço pra extinta CEMAR onde o conheci pessoalmente, gente boa atenciosa que Deus o tenha num bom lugar

  6. Conheci o Severino tão logo cheguei em Timon há duas décadas. Com ele debati bastante o brizolismo, sendo ele crítico e eu defensor do ex-governador do RS e RJ Brizola. E assim, divergindo e convergindo em diversas questões políticas, aprendi a respeitá-lo pela franqueza e coragem com que emitia suas opiniões. Que vá em paz e que Deus conforte sua família e amigos.

  7. Severino Neto, grande amigo Cemariano. Você partiu, mas a amizade que um dia nos uniu na CEMAR de Timon, para sempre viverá em nossos corações.
    Que Deus conceda a você um cantinho no céu, pelas boas ações. Vá em paz amigo.

    Da amiga Nelma Mendes.

  8. Meu abraço de pesar aos familiares. Uma grande jornada do Severino nesses tempos todos. Excelente matéria de homenagem.

Faça um Comentário

Elias Lacerda

Elias Lacerda

Elias Lacerda
Jornalista apaixonado pela notícia e a verdade