Logo Elias Lacerda
Clínica São Rafael

Servidores da prefeitura aguardam com expectativa por auxílio transporte

20160510141859_2efdcPrevisto na Lei Orgânica do Município de Timon desde 1990, o vale-transporte nunca foi regulamentado integralmente pelas administrações públicas que passaram pela Prefeitura no decorrer dos últimos 26 anos. Segundo apurou o blog do Elias Lacerda, somente os servidores da Educação são amparados por esse benefício.

Cansado de esperar a boa vontade dos gestores do município, o Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Timon – SINSEP se reuniu com o prefeito Luciano Leitoa para mostrar a necessidade de extensão desse benefício para aproximadamente 500 servidores que reclamam que além de ganharem apenas um salário mínimo, tiram do próprio bolso para custearem o deslocamento de casa para o local de trabalho.

Em conversa com a Presidente do SINSEP, Isabela Ferreira(foto), o blog foi informado que desde janeiro deste ano o assunto está em pauta. Para atender a esse pleito o prefeito Luciano publicou uma portaria designando uma comissão para que elaborasse o estudo de viabilidade. No entanto o prazo que venceu em 05 de abril não foi respeitado, pois em vez de acatar a deliberação da comissão, conforme a ata final do estudo da viabilidade, o mesmo publicou uma nova portaria instituindo uma outra comissão com o mesmo o fim, prorrogando o prazo para 15 de junho de 2016.

O sindicato solicitou uma reunião com o prefeito para tratar novamente sobre os direitos requeridos anteriormente.

Como resposta, o gabinete agendou uma reunião com a diretoria para o dia 13 próximo. A expectativa entre os servidores é grande em relação a uma boa notícia que possa ter o prefeito, mesmo a data tendo caído na sexta-feira 13…

  Vereadores não fazem nada…

20160510155504_b43e4Parece até que os que disputam eleição são extraterrestres ou vieram do céu ou do inferno. Claro que não. Saíram da mesma sociedade. Assim, por extensão, o que não presta é a própria sociedade.  Vida de político não é fácil. Outra balela: não fazem nada. Tiremos pelos nossos vereadores.  Como ponta de lança, vivem com  a casa cheia de gente pidona. E as atende.  Outra: político  compra voto. E o eleitor vende. E  eles não são  censurados. São piores os que vendem a própria consciência. E mais: vereador não anda de porta em porta perguntando quem quer vender o voto. Muitas das vezes é o cidadão que vai procurar para oferecer. E há políticos éticos e corretos. Para não ferir suscetibilidades, cito três exemplos, de fora das nossas hostes: Wall Ferraz de Teresina; Haroldo Sabóia de São Luís e Cristovão Buarque, de Brasília. Não se pode generalizar.  Sem falar que os políticos  entre si, dão exemplo de civilidade e educação. Mesmo sendo adversários, tirando os debates em plenário, convivem muito bem.  Lembro que há algum tempo atrás, Luciano e Sétimo foram vistos conversando em um bar. Em vez de serem elogiados por um gesto de civilidade, foram  criticados.  Até radialistas de maus-bofes, meteram o bedelho.

Dizem ainda que Vereador não faz nada. Outra calúnia. Dão três expedientes: nas sessões da casa; como membros de comissões e ainda atendem no gabinete e na residência.  Podem dizer que eu estou defendendo os políticos. Claro. Eu também o sou e tenho envergadura moral  para falar estas coisas.  Vereador faz também o papel de assistente social. Sua importância nota-se  quando se percebe que  são úteis e não podemos viver sem eles.

Para concluir, cito um  exemplo da década de 90. Um matador cruel e covarde, cabo da Polícia de Goiás, já havia assassinado seis mulheres, suas companheiras.  Preso, foi levado ao programa do Ratinho e ao ser interpelado disse que  “… era culpa dos políticos..”. Ratinho insistiu falando: “Você não se sente culpado de nada?” E ele, com as mãos no rosto, repetia: “… não. A culpa é dos políticos..,” Pode?!…

Portanto, mais respeito por aqueles que dão a sua vida à causa pública,  às vezes em detrimento da própria família. Por isso é que na Grécia antiga o  General Clístenes, um grande estadista, hostilizado  pelos que o elegeram, sentenciou: “O povo é pior do que os políticos.”

Senhores críticos, quando numa emergência, não procurem ajuda de vereadores ou cabos eleitorais. Procurem os pastores; os padres ou  entidades caritativas.

PROTESTO! MAIS RESPEITO COM ESTES ESCRAVOS  DO POVO E ABNEGADOS DA SOCIEDADE  ! ! !

(Da coluna Matéria Prima, do jornal O Leste, escrita pelo ex-vice-prefeito de Timon, Marcos  Igreja)

20160510213356_6fbc5


Notice: Undefined variable: aria_req in /usr/local/lsws/wordpress/wp-content/themes/eliaslacerda/comments.php on line 64

Notice: Undefined variable: aria_req in /usr/local/lsws/wordpress/wp-content/themes/eliaslacerda/comments.php on line 69

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Você pode ler também!

Não desperdice seu tempo e garanta sua hospedagem Dgi Cloud hoje!
Clínica São Rafael